Destaques

Deputadas destacam conquistas e desafios das mulheres na sociedade

As conquistas e as lutas das mulheres na sociedade foram ressaltadas pelas deputadas da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) neste momento em que é celebrado o Dia Internacional da Mulher, comemorado nesta sexta-feira, dia 8 de março. De acordo com as parlamentares, a data tem como principal objetivo levantar e estimular o debate sobre o papel da mulher na sociedade atual. “Este é, sobretudo, um dia de reflexão. Nós ainda temos muitas lutas pela frente e uma das principais é o combate ao ciclo da violência contra a mulher”, afirmou a deputada Cristina Silvestre (PPS).

A parlamentar é autora da Lei nº 18.868/2016, que estabelece as diretrizes gerais para a implementação do “Botão do Pânico”, um dispositivo eletrônico voltado às mulheres paranaenses em situação de risco ou de violência doméstica. “Tenho ainda outros três projetos de lei tramitando na Casa com o objetivo de combater a violência contra a mulher. Temos que continuar lutando todos os dias pelo o nosso espaço e pelos os nossos direitos”, complementou Cristina Silvestre.

Para a deputada Luciana Rafagnin (PT) o Dia Internacional da Mulher é uma data para levantar, junto a toda sociedade, uma discussão sobre os desafios que as mulheres ainda têm que enfrentar na atualidade. “Vejo que as mulheres avançaram muito e conquistaram seu espaço, mas ainda temos muitas diferenças a serem enfrentadas, como a questão da igualdade salarial entre homens e mulheres no mercado de trabalho, que ainda não existe”, apontou.

Desafios

A presidente da Comissão de Defesa dos Diretos da Mulher, deputada Cantora Mara Lima (PSD), afirma que a Assembleia estará sempre atenta às grandes discussões relativas aos desafios enfrentados pela mulher paranaense. “Vamos trabalhar em prol das mulheres, que são mães, esposas e trabalhadoras. Mulheres guerreiras, que muitas vezes provêm o sustento dos seus lares. Queremos que essas mulheres possam sonhar cada vez mais alto”, ressaltou. A deputada Mabel Canto (PSC), que exerce seu primeiro mandato, afirmou que lutará, ao lado de suas colegas parlamentares, pelas causas e demandas das mulheres do estado. “Vamos trabalhar muito e nosso mandato sempre estará à disposição de todas as paranaenses”, reforçou.

Cartilha

A deputada Maria Victoria (PP) é autora da Lei Estadual nº 18.447/2015, que institui a “Semana Estadual Maria da Penha nas Escolas” e uma das principais apoiadoras da cartilha “Escola Livre de Violência Contra as Mulheres”, publicação da Secretaria de Estado da Educação. “É muito importante a disseminação de informações junto à comunidade escolar. São informações que os estudantes poderão levar para casa e compartilhar com suas famílias. Temos que começar de algum lugar, considerando que nem sempre as pessoas têm conhecimento dos seus direitos”, observou. (Com assessoria)

Foto: Arte: Vinícius Leme / Alep

Confira outros Posts