Ponta Grossa

Jornalismo da UniSecal fará ação em prol de crianças e adolescentes de PG

Alunos do curso de Jornalismo da UniSecal farão um trote solidário na instituição Casa do Menor Irmãos Cavanis, que atende mais de 300 crianças nas áreas da educação, assistência e promoção social em Ponta Grossa.

A ação está prevista para o dia 8 de março, com atividades recreativas na parte da tarde. Além das brincadeiras, veteranos e calouros do curso estão arrecadando material pedagógico, que será usado nos próximos meses pelos jovens atendidos na Casa. E quem quiser, pode ajudar doando itens como: E.V.A, cartolina, tinta facial, pincéis, tinta guache, cola branca, refil de cola quente e cadernos universitários. Os materiais devem ser deixados aos cuidados da coordenação de Jornalismo (Rua Barão do Cerro Azul, 827, Centro, Ponta Grossa/PR).

Trote do bem

A Faculdade Secal foi a instituição pioneira a realizar um trote solidário na região. O primeiro foi em 2005. Na UniSecal, ao invés de ritos de passagem violentos ou ultrajantes, os calouros são recepcionados pelos veteranos com ações de cunho social e assistencial às entidades que trabalham no atendimento a grupos com vulnerabilidade social. Dezenas de entidades já foram beneficiadas com o Trote Solidário em Ponta Grossa e nos Campos Gerais. A ideia inicial do projeto surgiu com o curso de Administração e depois se expandiu para as demais graduações da faculdade.

Ajuda a mais

Esse ano, os alunos da UniSecal contarão com um parceiro a mais para as atividades. É que o Centro Acadêmico João do Rio, de Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), também deverá colaborar. A parceria veio após uma ação de trote violento de alunos do 2º ano do curso da universidade pública, que na recepção que fizeram, ofenderam os alunos da UniSecal.

Após serem alertados do cunho pejorativo e maldoso do trote que estavam promovendo, esses alunos se desculparam publicamente. Ao mesmo tempo, os alunos da UniSecal não aceitaram a provocação e convidaram para que ao invés de insultar futuros colegas de profissão, eles se unissem à corrente do bem que o Trote Solidário representa e estivessem lado a lado com eles na Casa Irmãos Cavanis.

Repúdio

A atitude dos discentes do 2º ano de Jornalismo da UEPG foi prontamente repudiada pelo Centro Acadêmico João do Rio, que se prontificou a concentrar esforços na união de ações positivas em prol das crianças e garantiu que se juntará ao Jornalismo UniSecal no dia 8 de março.

O Departamento de Jornalismo da UEPG e o Colegiado do curso também foram informados sobre o trote violento de seus alunos e também se mostraram indignados pelo ocorrido. (Com assessoria)

Confira outros Posts