Destaques Política

Sandro Alex toma posse com missão de planejar o Paraná para os próximos 30 anos

Planejar a infraestrutura do Paraná para os próximos 30 anos é um dos principais projetos do Governo do Estado segundo o governador Carlos Massa Ratinho Junior. A declaração foi feita nesta terça-feira (13) na solenidade de posse do secretário de Estado da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, e do diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), João Alfredo Zampieri.

O governador destacou que nunca houve um planejamento adequado deste setor no Estado e a que a proposta agora é adequar a logística para o aumento da produção nas próximas décadas. “Temos que preparar o Paraná para escoar toda a produção do campo, já que o agronegócio dobra de tamanho a cada dez anos, e também da área industrial, que é cada dia maior”, disse.

O planejamento visa uma ampliação dos modais logísticos, explicou Ratinho Junior. Além das rodovias, o Estado também vai elaborar um plano para ferrovias, portos e aeroportos regionais. Para isso, será criado um banco de projetos executivos em áreas prioritárias do Estado.

“Além de garantir desenvolvimento ao Estado, precisamos chegar ao Porto de Paranaguá com toda a nossa produção de forma rápida, eficiente e com segurança”, afirmou o governador.

Ele salientou que o projeto é transformar o Paraná no grande hub logístico da América Latina, levando em conta a localização estratégica do Estado no continente. “Estamos nos organizando para fazer do Paraná a grande central logística de desenvolvimento da América Latina”, afirmou.

Rodovias

O secretário Sandro Alex explicou que muitos dos projetos estruturantes planejados para o Estado serão desenvolvidos em parceria com o governo federal, que prepara um pacote de concessões na área. “Além disso, independente da parceria com o governo federal, a própria secretaria já iniciou estudos e projetos para trechos críticos das rodovias”, explicou Alex.

Ele destacou que os recursos oriundos das medidas de economia adotadas pelo governo estadual serão revertidos, também, em projetos de infraestrutura. “Vão se transformar em duplicação, terceiras faixas, investimentos em obra de arte, viadutos e trincheiras”, ressaltou Sandro Alex.

O diretor-geral do DER informou que está sendo feito um diagnóstico da atual situação do órgão, além de tocar os projetos de recuperação de rodovias. “Estamos aguardando o aporte de recursos para o banco de projetos executivos. Com eles na mão, faremos um levantamento das áreas mais necessárias e licitar esses projetos para podermos ir atrás dos recursos para as obras”, afirmou.

“Estamos trabalhando forte no planejamento, reestruturei uma assessoria nessa área, e também na reestruturação do DER para que possa atender as demandas necessárias”, disse.

Presenças

Participaram da solenidade o vice-governador Darci Piana, os secretários da Casa Civil, Guto Silva, e do Desenvolvimento Urbano, João Carlos Ortega; os diretores-presidentes da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Luiz Fernando Garcia da Silva; da Ferroeste, André Luís Gonçalves; da Agepar, Omar Akel; e da Cohapar, Jorge Luiz Lange; o diretor-geral do Detran, Cesar Vinicius Kogut; o vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel; o presidente da Ocepar, José Roberto Ricken, e os deputados estaduais Hussein Bakri, Alexandre Curi, Soldado Adriano, Do Carmo, Luiz Claudio Romanelli, Vilmar Reichembach, Tercílio Turini, Luiz Fernando Guerra, Emerson Bacil, Doutor Batista, Nelson Luersen, Paulo Litro, Subtenente Everton, Artagão Junior, Marcel Micheletto, Rubens Recalcatti e Delegado Fernando. (Com assessoria)

Ouça a reportagem da Agência Estadual:

Confira outros Posts