Destaques Ponta Grossa

Congresso de Educação discute o currículo de Tempo Integral

Desde o dia 07 de setembro, Ponta Grossa discute temas de grande relevância para a Educação durante o VI Congresso de Educação e a Feira do Livro, que seguem até o próximo dia 15. Nesta quarta-feira (12), o professor César Nunes, titular na área de Filosofia e Educação na Universidade de Campinas, fala aos professores sobre o currículo da Educação Integral. A fala será às 19 horas, no centro de convenções do Shopping Palladium.

O tema de Nunes será “O currículo da Educação Integral na Escola de Tempo Integral a partir da concepção do Direito à Educação: Fundamentos teóricos e práticas pedagógicas possíveis”. O sistema integral é uma questão fundamental para a evolução da Educação do município de Ponta Grossa, que tem realizado grandes esforços para a sua concretização – não somente enquanto forma, mas também como conteúdo.

A integralização do ensino em Ponta Grossa apresentou grande evolução nos últimos anos. O número de alunos que estudam pela manhã e à tarde cresceu 784% desde 2013. Na Educação Infantil (CMEIs), o número subiu de 2.057 para 8.811 em 2018, aumento de 428%. No Ensino Fundamental, subiu de apenas 390 em 2012 para 10.381 em 2018, ou 2.661% a mais. Atualmente, 85% das escolas oferecem o tempo integral.

Formação continuada

Tendo em vista esta evolução, a secretária de Educação, Esméria Saveli, acredita que a formação continuada dos professores da rede é fundamental para a evolução do ensino.

“Nossa expectativa é de que o professor César Nunes, como filósofo que é, discuta com nossos professores conceitos fundamentais sobre a Educação Integral e a Escola em Tempo Integral, que são coisas diferentes. Isso nem sempre está claro em qualquer discussão sobre a Educação. Então ele poderá demonstrar bem esses dois conceitos. O pensamento trazido por ele, da Educação Integral, aproxima-se da escola que queremos para o nosso município. Queremos uma escola que trabalhe uma educação integral, na qual se trata a criança em todas as suas dimensões”, observa a secretária de Educação, Esméria Saveli.

As atividades do Congresso envolvem palestras, oficinas, cursos e debates e têm grande participação de profissionais da Educação e acadêmicos do município, ocorrendo em vários pontos da cidade – enquanto a Feira do Livro ocorre no Parque Ambiental, com a contação de histórias e apresentações artísticas durante o dia todo. A programação do dia está disponível em facebook.com/educapontagrossa.

Companhia Mapinguary é atração da Feira do Livro

A Companhia Mapinguary, contadora de histórias, lendas e parlendas brasileiras, é uma das principais atrações da Feira do Livro 2018, que ocorre no Parque Ambiental. Os contadores trarão contos tradicionais e oferecem grande integração entre palco e plateia.

“A gente vai contar muitas histórias, entre elas a do monstro da Amazônia, o Mapinguary, que tem o olho na testa e uma boca na barriga! Teremos contos com bonecos, contos tradicionais, músicas, cantigas e parlendas. Temos muitas histórias legais para mostrar. Tragam as crianças”, convida Carlos Godoy, contador de histórias da Cia Mapinguary. O grupo se apresenta pela manhã às 10 horas e à tarde, às 15 horas. Na noite do dia 13 haverá uma apresentação às 20 horas. (Com assessoria)

Confira outros Posts