Destaques Ponta Grossa

Agência do Trabalhador: Colocação no mercado de trabalho aumenta 86,9% em PG

A Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional, divulgou nesta terça-feira (04) o balanço da Agência do Trabalhador referente ao período de janeiro a agosto desse ano. Em comparação ao acumulado do ano passado, a procura por seguro-desemprego diminuiu 10,4%, enquanto a colocação de candidatos no mercado de trabalho subiu: relacionando agosto de 2017 e agosto de 2018, o crescimento foi de 86,9%.

O secretário da pasta, Paulo Carbonare, analisa que os números, ainda que relacionados apenas à intermediação do órgão, ajudam a medir a empregabilidade de Ponta Grossa. “O balanço de empregos é reflexo direto da economia de uma cidade. No ano passado, por exemplo, tivemos o melhor saldo de empregos entre as maiores cidades do Paraná – e, quanto mais empregos, mais renda é distribuída e mais capital gira no mercado”, avalia.

Vagas

A oferta de vagas na Agência do Trabalhador também foi ampliada de um ano ao outro – de 3.611 vagas oferecidas através do órgão no ano passado, neste ano já foram pelo menos 4,5 mil, o que demonstra um crescimento de 24,6%. O diretor da Agência do Trabalhador, John Elvis Ramalho, destaca a confiabilidade cada vez maior que o serviço tem conseguido junto ao empresariado.

“Em relação às vagas de emprego, o nosso trabalho é selecionar os candidatos de acordo com os requisitos requeridos pela empresa que está oferecendo a vaga. Ao atender essas características, encaminhando apenas aqueles que realmente se encaixam no perfil solicitado, o empregador confia na Agência e continua disponibilizando suas demandas”, aponta Ramalho.

O diretor também destaca que a maioria das vagas que sobram é pela falta de candidatos qualificados. “A Agência tem oportunidades para todos, de todas as escolaridades, experiências e capacitações. Para utilizar os nossos serviços basta vir até aqui efetuar o seu cadastro e posteriormente as vagas podem ser acessadas até de casa, pelo aplicativo Sine Fácil”, ressalta John Elvis. (Com assessoria)

Confira outros Posts