Destaques Ponta Grossa

Educação de Ponta Grossa registra novo crescimento em nota do IDEB

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) da Educação de Ponta Grossa segue em curva ascendente. A nova nota do município foi divulgada nesta segunda-feira (03) pelo Ministério da Educação (MEC), mostrando evolução de 0,5 ponto percentual. Na média da prova aplicada aos quintos anos das escolas municipais, o índice subiu de 5,8 em 2015 para 6,3 em 2017 – anos de aplicação das provas.

O índice é obtido a cada dois anos por meio de provas aplicadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), vinculado ao Ministério da Educação. A média ponta-grossense foi a mesma da média do estado do Paraná e ficou acima da brasileira, que é de 5,5. A avaliação divulgada nesta segunda-feira é referente ao ano letivo de 2017, quando os estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental realizaram as provas de Matemática e Língua Portuguesa, entre os dias 23 e 30 de outubro.

Evolução

A secretária de Educação, professora Esméria Saveli, destacou que praticamente todas as escolas avaliadas apresentaram evolução. “Foram avanços significativos, que buscaremos melhorar ainda mais, pois sabemos que ainda temos muito potencial para evoluir. Um dado importante é que 46 das nossas escolas apresentaram notas acima da média 6,3. E mesmo aquelas que não atingiram esta média, demonstraram crescimento importante, mostrando que podemos avançar ainda mais”, avalia a professora.

Entre todas as escolas avaliadas, somente três apresentaram queda. Das 84 unidades, 15 não foram avaliadas – uma por ter número de alunos abaixo do necessário e outras 14 por não terem atingido 80% de participação dos alunos. Isso ocorreu porque, no dia da prova aplicada pelo MEC nestas unidades, uma forte chuva prejudicou a frequência dos alunos. “Isso certamente prejudicou a nossa pontuação, porque escolas de ótimo desempenho ficaram de fora da avaliação”, lamenta a secretária.

Maior nota

A maior nota obtida foi da Escola Municipal José Hoffmann, em Uvaranas, que atingiu 7,7, seguida pela Escola Municipal Ludovico Antônio Egg, no Núcleo Santa Paula, com 7,5 – 15 escolas tiveram nota maior do que 7. Para a professora do quinto ano da Escola Ludovico Antônio Egg, Rosilani Aires de Araújo, o resultado alegra toda a comunidade. “É o resultado do trabalho da escola em todos os anos, do primeiro ao quinto. É uma alegria muito grande saber que o trabalho que tivemos foi retribuído na forma desta pontuação”, aponta a professora. (Com assessoria)

Confira outros Posts