Destaques Ponta Grossa

Prefeitura inaugura investimento de R$ 4,2 milhões no Aeroporto Sant’Ana

Foi realizada na manhã desta quinta-feira (30) a cerimônia de inauguração da revitalização da pista do Aeroporto Municipal Comandante Antonio Amilton Beraldo (PGZ), que recebeu melhorias com um investimento de cerca de R$ 4,2 milhões viabilizados através de emenda parlamentar. As obras foram finalizadas em tempo recorde: o prazo de execução era de 120 dias, mas duraram apenas 20 dias para a agilização da reabertura do aeródromo – que já receberá voos novamente a partir deste sábado (1º).

Foram realizados na pista os serviços de recape asfáltico, sinalização horizontal, drenagem e alargamento: da variação de 29 a 30 metros de largura, agora o espaço conta com 32 metros de largura e 1.430 de comprimento. Também foi aplicada uma microtextura que fornece mais aderência para as aeronaves, aumentando a segurança dos pousos.

O Aeroporto Sant’Ana é gerido pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional. O dirigente da pasta, Paulo Carbonare, destacou que as melhorias trarão benefícios como a diminuição da alternância de voos, por exemplo. “Nós tínhamos restrições em dias de chuva, mas agora oferecemos mais segurança operacional. Quando se fala em vidas é preciso muito estudo técnico, e aqui o lugar nunca está igual porque sempre estamos fazendo investimentos a curto, médio e longo prazo”, apontou Carbonare.

Segurança

O presidente do Aeroclube de Ponta Grossa, Alisson Margraf, é piloto e utiliza o aeroporto municipal há cerca de 15 anos. “Nunca vimos tantos investimentos em todos esses anos. A segurança que temos com essas adequações gradativas são muito importantes, e fico feliz em ver a dedicação e respeito do Município por esse local”, avaliou Margraf.

Desde a reinauguração do PGZ, em junho de 2016, pelo menos 57 mil passageiros já foram movimentados em cerca de 17,5 mil pousos e decolagens. O prefeito Marcelo Rangel lembrou que modernizar o espaço beneficia todos os setores. “Muitos pensam que investimentos aqui só são direcionados aos empresários e industriais que utilizam o local, mas ter um aeroporto de qualidade é sinônimo de desenvolvimento econômico, pois traz mobilidade, logística, turismo, novos investimentos e, consequentemente, aquece o mercado de trabalho”, avaliou Rangel.

Abastecimento de aeronaves

Outra novidade será o início da operação de abastecimento de combustível e lubrificantes para aeronaves, previsto para setembro, segundo o superintendente do aeroporto, Victor Hugo de Oliveira. Após vencer o processo licitatório, a Helisul Aviação terá o direito de concessão de um espaço para a exploração do serviço.

Para Oliveira, a oferta é importante por abrir um leque de opções para os usuários do transporte aéreo. “Com esse posto nós seremos concorrentes diretos do Aeroporto de Bacacheri, situado em Curitiba, já que muitas aeronaves tinham que ir até lá para abastecer. O serviço é bacana por aumentar o fluxo de aviões, fazer com que os voos percam menos tempo de deslocamento e beneficiar quem já usa o nosso PGZ”, aponta o superintendente. (Com assessoria)

Confira outros Posts