Destaques Eleições Política

Candidatura de Mabel vai testar real transferência de votos de Jocelito

A candidatura da advogada Mabel Canto (PSD) a deputada estadual vai testar a capacidade de transferência de votos do ex-prefeito, ex-deputado e comunicador Jocelito Canto. Pai da candidata, Jocelito sempre apareceu como um candidato em potencial a deputado, mas adotou um discurso de que continuaria fora da vida pública depois de ter sido impedido de participar de eleições por 8 anos, em decorrência da perda dos direitos políticos em processos que respondeu do tempo em que era prefeito.

Jocelito concretizou o que falou, não é candidato, mas a filha é, e ele vai tentar transformar a sua popularidade em votos para ajuda-la a se eleger. Tanto é, que o slogan do material de campanha de Mabel traz em destaque a informação de que é filha do ex-prefeito. A popularidade de Jocelito é grande, notadamente em Ponta Grossa e nos municípios em que chegam o Tribuna da Massa, telejornal do SBT apresentado por ele.

Desde que ficou impedido de ser candidato pela justiça, Jocelito sempre participou de alguma forma das campanhas, na forma de apoio. Nunca, porém, foi possível mensurar exatamente qual é a capacidade de transferência de votos. Em 2016, Jocelito trabalhou na campanha do fiel escudeiro Paulo Balansin, que alcançou 1.736 votos e garantiu uma cadeira na Câmara de Ponta Grossa. Agora, porém, a situação é outra, com a própria filha candidata.

Com um perfil popular, Jocelito sempre teve boa entrada junto ao eleitorado das classes C-, D e E, que é onde está a maior parte dos votos. Nesse caso, a candidatura de Mabel deve bater de frente com a candidatura do médico Dr. Zeca (PPS), que também tem boa inserção nesse público. Ambas as candidaturas são viáveis eleitoralmente, no potencial de votos, mas não será nada fácil superar os concorrentes internos em suas coligações, ainda mais que, certamente, um tirará votos do outro. Aguardemos!

Eduardo Farias, editor

Confira outros Posts