Destaques Política Ponta Grossa

Sujou, limpou: Organizadores de eventos e responsáveis por obras vão precisar limpar espaço público

A Câmara de Ponta Grossa aprovou nesta segunda-feira (27), em primeira discussão, o projeto de le nº 110/2018 de, autoria do vereador Ricardo Zampieri (PSL). A medida propõe alterações no Código de Posturas do Município e prevê que empresas organizadoras de festas ou responsáveis por obras sejam obrigadas a limpar a sujeira possivelmente provocada nas ruas da cidade.

Entre as alterações propostas por Ricardo está a exigência de que organizadores de shows e festas particulares sejam responsáveis por providenciar a limpeza da sujeira das ruas provocadas pelos frequentadores dos eventos. Além disso, o vereador complementou o texto obrigando concessionárias de serviços públicos, como é o caso da Sanepar, a realizarem a limpeza da sujeira deixada nas vias após obras.

“Muitas vezes vemos as ruas da cidade muito sujas após a realização de obras. Nossa proposta é que se adote o pensamento do sujou, limpou. Acredito que essa seja uma conduta justa do ponto de vista da responsabilidade de empresas e concessionárias de serviços públicos para com a população da cidade”, contou Ricardo.

Responsabilidade

De acordo com Zampieri (PSL), a medida visa, entre outros aspectos, diminuir o problema enfrentado pela população vizinha de casas noturnas, espaços para eventos e outros tipos de festas. “Muitas vezes, após eventos de grande público, as ruas próximas acabam cheias de lixo ocasionadas pelo evento. O lixo acaba se espalhando com o tempo ou sendo limpo pela estrutura pública, quando a responsabilidade é do responsável pelo evento”, explicou o parlamentar.

Zampieri lembrou que alguns empresários já realizam a limpeza voluntariamente, mas em outros casos a sujeira é ignorada pelos realizadores de eventos. A proposta de Zampieri se aplica a eventos públicos, privados, shows, eventos e festas de época, inclusive aqueles realizados em espaços privados.

“Em alguns casos grande parte da sujeira fica do lado de fora do evento, nas ruas próximas. Como o serviço de varrição não funciona aos finais de semana, a sujeira acaba ficando por muito tempo”, explicou. Na prática, a proposta de Ricardo reforça mudanças que já haviam sido sugeridas pela Prefeitura. (Com assessoria)

Foto: Kauter Prado\Câmara

Confira outros Posts