Destaques Ponta Grossa

Campanha de vacina contra Polio e Sarampo encerra sexta-feira em PG

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), através da Atenção Primária e setor de Imunização, encerra a Campanha contra Poliomielite e Sarampo na próxima sexta-feira (31). Apesar do mês está sendo intenso e de muitas pessoas terem levado as crianças até as 17 salas de vacina a meta não foi atingida, ou seja, os pais e responsáveis, que ainda não levaram as crianças para vacinar, terão mais alguns dias para garantir a imunização.

O público-alvo das vacinas são as crianças que tem um ano completo até as de 4 anos, 11 meses e 29 dias. O atendimento para este serviço funciona das 9h às 18h.

Até o momento 13.309 crianças foram vacinadas contra pólio (68,74%) e 13.333 contra Sarampo (68,87%). A meta do Ministério da Saúde (MS) é de que 95% das 20 mil crianças nessa faixa etária, devem ser vacinadas. “O MS determina que os municípios coloquem todos seus esforços para atingir a meta. Toda a nossa equipe está empenhada para fazer uma boa campanha, mas é necessária mobilização dos pais e familiares para atingirmos a meta vacinal”, destaca a secretária municipal da SMS, Angela Pompeu.

O objetivo desta campanha é impedir a reintrodução do vírus da poliomielite em nosso país e elevar as coberturas vacinais a níveis protetores contra o Sarampo, fazendo frente à situação epidemiológica observada na região norte do país.  Ambas as doenças são de contágio fácil e podem se alastrar rapidamente entre a população, principalmente o vírus do Sarampo sendo a vacinação a única forma de prevenção.

“É importante que todas as crianças sejam vacinadas, isso cria uma proteção importante não só para as crianças, mas para toda a sociedade, cria uma barreira contra a circulação do vírus e contribui com toda a população, inclusive para aqueles que por motivos de doença não possam ser vacinados”, comenta a gerente de imunização, Úrsula Kemelmeier.

Em algumas salas de vacina é necessário a distribuição de senhas para organizar a ordem de chegada das pessoas e não haver descontrole e desorganização dentro das estruturas e ambientes de aplicação.

“Percebemos que muitas pessoas acabam indo no mesmo horário, algumas com crianças que estão com o cartão de vacina em dia e outras que tem que tomar várias vacinas de uma vez. Esse processo acaba sendo mais demorado, pois a cada vacina aplicada as equipes devem realizar o preenchimento dos dados, desde as características da criança até qual parte do corpo. É impossível precisar quanto tempo cada criança levará nas salas de vacina. Em época de campanha é necessário que as famílias tenham paciência”, diz a coordenadora da Atenção Primária, Julita Rentschler.

Durante os dias de campanha, as equipes que compõe as salas de vacina também realizarão a atualização do calendário vacinal das crianças que por ventura sejam necessárias. Para a vacina é necessário levar cartão de vacina, documentação dos responsáveis e também da criança e cartão SUS.

UBS com salas de vacinas

1. Abrahão Federmann (Ana Rita) – Rua XV de Setembro, s/nº;
2. Antônio Russo (Centro) – Rua Saldanha da Gama s/n (quase esq. c/ Balduíno Taques);
3. Antônio Saliba (Pq Sabiá) – Rua Siqueira Campos;
4. Clyceu C. de Macedo (Santa Terezinha) – Rua Papoula, s/nº (próx. à escola);
5. Cyro de Lima Garcia (Oficinas) – Rua D. Pedro I (lado do terminal- antigo CAS);
6. Egon Roskamp (Santa Paula) – Rua Castanheira, 216;
7. José Carlos Araújo (Cará-Cará) –  Rua Quatorze Bis, s/nº (ao lado da escola);
8. Júlio Azevedo (Vila Vilela) – Rua Des. Lauro Lopes esq. Bento Munhoz da Rocha;
9. Lauro Müller (Santa Maria) – Rua Tucano s/nº;
10. Luiz Conrado Mansani (Uvaranas) – Av. General Carlos Cavalcanti (lado do terminal – antigo CAS);
11. Madre Josefa Stenmanns (V. Princesa) – Rua Bituruna, s/n – Vila Princesa;
12. Nilton Luiz de Castro (Tarobá) – Rua Alfredo Bochnia s/n (fundos da creche);
13. Roberto de Jesus Portela (Ronda) – Rua Cruzeiro do Oeste (junto à escola);
14. Romulo Pazzinato (Nova Rússia) –  Rua Prof. Campos Melo – (antigo CAS);
15. Zilda Arns (Pq N. Sra. das Graças) –  Rua Aguinaldo Guimarães da Cunha s/n;

ZONA RURAL

16. Crutac- Distrito de Itaiacoca;
17. João de Oliveira Bello (Guaragi) Rua Tibúrcio Pupo, 95.

(Com assessoria)

Confira outros Posts