Que o ex-senador Osmar Dias (PDT) desistiu de ser candidato ao Governo do Paraná todos sabem, mas o que muitos querem saber agora é pra quem vão os votos que eram para ser dele? Osmar sai do páreo na condição de segundo colocado nas últimas pesquisas de intenção de voto, divulgadas em junho. Em alguns cenários, aparecia empatado tecnicamente com o primeiro colocado naqueles levantamentos, Ratinho Junior (PSD), com percentuais que chegaram à casa dos 26% na pesquisa do Instituto Radar, divulgada no final de junho, por exemplo.

E esses 26% certamente vão decidir a eleição. Ou para que o pleito termine já no primeiro turno, ou para levar a disputa para o segundo turno. Se os votos forem em massa para Ratinho Junior, que apareceu na pesquisa perto dos 30%, a tendência é de que a eleição acabe dia 07 de outubro. Entretanto, se migrarem no mínimo em parte para outros candidatos, a disputa ficará polarizada e terminará somente em 28 de outubro.

Naquele cenário de junho, a governadora Cida Borghetti (PP) aparecia em um dos cenários na casa dos 10%. Agora, passadas as convenções, com a maior coligação e na condição de candidata à reeleição, ela aparece como a principal concorrente de Ratinho na corrida eleitoral. Resta saber se conseguirá emplacar os eleitores órfãos de Osmar.

O candidato que pretende herdar ‘naturalmente’ os votos de Osmar é João Arruda, do MDB, sobrinho do senador e candidato à reeleição Roberto Requião (MDB), e que conta na coligação com o PDT do ex-senador. É o representante da esquerda no Estado, mas será que o eleitorado de Osmar era realmente de esquerda?

Arruda, que é deputado federal, foi alçado de última hora como candidato ao Governo. O que isso significa? Que não preparou o terreno para uma disputa desse porte, como a ‘costura’ de alianças com prefeitos, vereadores e outras lideranças políticas nos municípios, o que dificulta bastante a busca por votos. Em sua maioria, essas lideranças estão alinhadas com as candidaturas de Ratinho Junior e Cida Borghetti.

Em tese, considerando o número de partidos nas coligações, o tempo dentro do horário eleitoral gratuito no rádio e televisão e o acesso a recursos do Fundo Eleitoral, Ratinho, Cida e Arruda são os favoritos no pleito ao Palácio Iguaçu. Entretanto, existem mais seis candidatos na páreo: Dr. Rosinha (PT); Professor Piva (PCdoB); Geonísio Marinho (PRTB); Jorge Bernardi (Rede); Ogier Buchi (PSL); e Professor Ivan Bernardo (PSTU). A votação deles também pode ajudar a levar a eleição para o segundo turno.

Sobre a primeira pergunta deste artigo, para quem vão os votos que seriam de Osmar Dias? A resposta será dada pelo eleitorado nas urnas. Até lá, todos os nove candidatos vão correr atrás para conquista-los.

Em tempo: A pesquisa Radar, a qual esse artigo usou para fazer essa análise, está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número PR-04594/2018. Foi realizada entre os dias 19 e 24 de junho e ouviu 1.494 pessoas de várias regiões do Paraná, com nível de confiança de 95,5% e margem de erro de 2,6 pontos percentuais para mais ou menos.

Confira outros Posts