O Podemos do Paraná decidiu adotar uma postura de ficar neutro na campanha para o Governo do Estado. Isso porque o partido em nível nacional terá no senador paranaense Álvaro Dias o candidato para Presidência da República. Assim, a decisão da neutralidade é para que Dias consiga angariar o apoio de todos os candidatos em prol da sua candidatura no Estado.

Entretanto, o Podemos dará apoio informal ao deputado estadual Ratinho Junior (PSD) ao Palácio Iguaçu. Leia-se por apoio informal o envolvimento na campanha pelas lideranças do partido, mesmo que a legenda no papel não se coligue com o PSD de Ratinho. Segundo Elizeu Chociai, vice-presidente estadual do partido, cerca de 80% das lideranças estarão na campanha de Ratinho.

Chociai participou da convenção que confirmou a candidatura de Ratinho Junior no último sábado (21), em Curitiba. Ele fez um discurso lembrando que o Podemos nasceu do PTN, partido em que ocupava a presidência estadual antes da mudança, e que as lideranças que ingressaram no Podemos via PTN estarão com Ratinho Junior. Chociai já está trabalhando dentro do meio político da pré-campanha do deputado do PSD.

A decisão só não agradou ao pré-candidato ao Governo do PDT, Osmar Dias, irmão de Álvaro Dias, que esperava o apoio do Podemos. Osmar tentou via Álvaro brecar a investida das lideranças do Podemos em prol de Ratinho, mas não conseguiu demover Chociai de levar as lideranças para o lado do adversário político.

Além do apoio informal do Podemos, Ratinho Junior já conta com mais cinco partidos: PSC, PV, PR, PRB, PHS e Avante.

Confira outros Posts