Destaques Mais Notícias Ponta Grossa Últimas Notícias

Parque Margherita Masini será revitalizado com inclusão de museu e mini zoológico

Nesta segunda-feira (16), as Faculdades Cescage assinaram a carta de intenção de cooperação técnica do Parque Margherita Masini, em Ponta Grossa. As Faculdades Cescage, Cescage Genética, Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Prefeitura de Ponta Grossa e Sanepar, visam à proteção e recuperação do parque Margherita Masini. Ficou estabelecido no termo um conjunto de trabalhos com a finalidade de recuperar e preservar as condições ambientais das Áreas de Preservação Permanente – APP, com recuperação da flora e da fauna silvestre, entorno de nascentes e cursos de água existentes, garantindo assim a melhoria de qualidade de vida e o aumento da disponibilidade de água.

“Todos os cursos vão trabalhar integrados para proporcionar toda a qualidade necessária. Agradeço a todas as pessoas que fizeram esse projeto acontecer. Nenhum recurso do município será investido, é um momento de união de todas as forças para trabalhar em prol da sociedade. O Cescage sempre estará investindo na região, em educação e nos projetos desta natureza que transformam o futuro”, relatou o Fundador do Cescage José Sebastião Fagundes Cunha.

Projeto

O projeto para revitalização do Parque tem a preocupação focada no bem-estar animal, na conservação de espécies ameaçadas de extinção, na educação e direito ambiental. Serão realizadas melhorias na iluminação, segurança, limpeza, reforma nas trilhas e na estrutura de atendimento ao público (tais como lanchonetes sanitários, trilhas para caminhada, mini zoo).

“O Cescage é um dos maiores parceiros da Prefeitura. Esse projeto é arrojado e transformará um espaço abandonado, onde abriga um dos parques mais lindos do Paraná. Agradeço em nome de Ponta Grossa por esse presente para nossa comunidade, é um sonho de todos. Uma instituição da cidade que está investindo no bem estar de todos, proporcionando educação, bem estar animal e lazer”, parabenizou o prefeito Marcelo Rangel.

Investimentos

O Parque Margherita Masini abrigará também um centro comunitário de educação ambiental, com salas de aula, onde serão realizadas palestras e atividades culturais para alunos de escolas da cidade e região; um museu de história natural com descrição das espécies, hábitos de vida, comportamento e alimentação; jardim sensorial com horta orgânica e plantação de fitoterápicos, paisagismo, mini zoológico com animais domésticos, animais silvestres e aves reabilitados.

“Desde 2016, estamos desenvolvendo esse projeto de recuperação. Teremos um Museu de História Natural, com 6 mil animais. Vamos recuperar a fauna e flora, plantando diversas árvores. Um trabalho de recuperação permanente integrado com diversas instituições”, falou a coordenadora geral do projeto de revitalização do parque Margheritta Mazzini Érika Zanoni Fagundes Cunha.

“Esperamos que esse trabalho seja um exemplo para o Paraná. Estaremos doando mais de 6 mil animais para o museu e vamos trabalhar em vários projetos em conjunto. O IAP estará sempre colaborando com a preservação do meio ambiente”, diz o presidente do IAP, Paulino Heitor Mexia.

Existe também a intenção de em parcerias, tudo sem ônus para o Município de Ponta Grossa, implantar um sistema de recuperação e de reprodução de animais. A presente concessão será de forma parcerias público-privadas, e o Cescage se compromete a desenvolver no prazo de 90 dias, após sancionado, em conjunto com o Instituto Ambiental do Paraná e a SANEPAR o planejamento estratégico, o cronograma de obras e de implantação para consecução do propósitos de recuperação da fauna silvestre e da flora com instalações.

Homenagens

Dentro do evento na Fazenda Escola Cescage ocorreu à apresentação da Banda do 13BIB e, a entrega do troféu “Campos Gerais”, onde foi homenageado o prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel, presidente do IAP, Paulino Heitor Mexia e o comandante do 13 BIB, Coronel Daniel Morreira Marques.

A assinatura contou com à participação do Desembargador do TJ-PR e Fundador do Cescage, José Sebastião Fagundes Cunha, o presidente do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Paulino Heitor Mexia, prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel, prefeito de Ipiranga, Luiz Blum, prefeita de Ortigueira, Lourdes Banach, gerente Sudeste da Sanepar, Fábio Leal Oliveira, Secretário de Governo de Ponta Grossa, Mauricio Silva, Secretário de Meio Ambiente de Ponta Grossa, Paulo Barros, organizadora do Projeto Margherita Masini, Érika Zanoni Fagundes Cunha, diretor geral do Cescage, José Sebastião Fagundes Cunha Filho, vereadores Jorge da Farmácia, Pastor Ezequiel Bueno, Vinicius Camargo e Sargento Guiarone, além representantes de diversas instituições da região dos Campos Gerais.

Flora e fauna

O Parque Margherita Masini possui uma área de aproximadamente 58.000 metros com grande potencial biológico, geológico e geomorfológico. O projeto para revitalização desse parque tem a preocupação focada no bem-estar animal, na conservação de espécies ameaçadas de extinção, na educação e direito ambiental. Além disso, tem como finalidade proporcionar lazer aos moradores da cidade. A metodologia abordada neste trabalho consiste no planejamento das melhorias em ação multidisciplinar envolvendo discente, docentes e comunidade.

Serão realizadas melhorias na iluminação, segurança, limpeza, reforma nas trilhas e na estrutura de atendimento ao público (tais como lanchonetes sanitários, trilhas para caminhada, mini zoo). O Margherita Masini abrigará também um centro comunitário de educação ambiental onde serão realizadas palestras e atividades culturais para alunos de escolas da cidade e região. Existe também a intenção em abrigar no parque uma sede do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), da Companhia das Águas do Paraná e da Força verde. Neste centro serão realizados diversos trabalhos de preservação ambiental, projetos sociais e atividades culturais aos finais de semana.

Mini zoológico

O Mini Zoo deve cotar uma área de 4.000 m², com vários cercados, onde em cada um deles possui diferentes espécies de animais como galinhas, coelhos, porquinhos da índia, cabras, porcos, mini vaca e outros. O Mini Zoo é um local de exposição de animais domésticos. A área replica um ambiente rural, com animais típicos de sítios e fazendas.

Jardim sensorial

Projeto de recuperação ambiental na floresta existente erradicando as espécies exóticas e reinserindo espécies nativas nas áreas de preservação. Além disso, o curso de Agronomia auxiliará no plantio de horta para a produção de alimento para os animais e produzir conhecimento para as crianças em visitas técnicas.

Central de apoio

A central de apoio contará com uma loja para auxiliar na arrecadação de recursos para as diversas Ongs da cidade. Espaço para a venda de produtos tais como camisetas, adesivos, canecas, bichos de pelúcia, etc. Central para estudos da preservação e qualidade da água. O curso de Engenharia Ambiental estará realizando aulas práticas. Aos finais de semana em parceria com escolas de teatro, deve-se realizar eventos culturais para a conscientização das pessoas acerca do meio ambiente, posse responsável e prevenção contra maus tratos e tráfico de animais.

Pesquisa 2013

Em 2013, o Cescage, através de seus professores e alunos realizou coleta de informações dentro do Parque Margherita Masini.  Foram 10 dias de permanência em campo para observações. Anotaram-se para cada espécie as características e os habitats em que foram observados para posterior classificação. Durante as observações não se seguia uma trilha padrão, mas procurava-se percorrer todo o parque. Foram denominados três habitats: floresta, jardim e brejo. Todo esse trabalho será atualizado e será utilizado como parâmetro para futuras pesquisas. (Com assessoria)

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail, website ou empresa não serão publicados.

Confira outros Posts