Os dois deputados federais de Ponta Grossa, Sandro Alex (PSD) e Aliel Machado (PSB), tiveram seus telefones celulares clonados nesta segunda-feira (11). A pessoa que fez a clonagem buscou acesso ao aplicativo de WhatsApp pessoal dos parlamentares.

No caso de Sandro, o serviço de inteligência da operadora de telefonia percebeu a tentativa do crime e dificultou a ação. O WhatsApp não chegou a ser acessado. Por outro lado, Aliel teve o aplicativo invadido e está temporariamente sem acesso. A operadora, nesse caso, não teve a mesma eficiência. Após ser acionada via telefone, a operadora liberou a mudança do número para outro chip sem a anuência do deputado, titular da conta. Em ambos os casos a operadora é a TIM.

E a clonagem dos celulares dos dois deputados federais ponta-grossenses não é coincidência. Outros deputados federais paranaenses também sofreram com o mesmo problema nesta segunda-feira, como Luciano Ducci (PSD) e Christiane Yared (PR). A Polícia especializada em crimes cibernéticos está apurando os casos.

Confira outros Posts