Política Ponta Grossa

Prefeitura estuda possibilidades de reajuste salarial para o funcionalismo público

A Prefeitura de Ponta Grossa, através da Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos (SMARH), está estudando as possibilidades de reajuste salarial para os servidores municipais. Representantes da Prefeitura estiveram nesta quarta-feira (02) reunidos com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Ponta Grossa (SindServ) para discutir a proposta indicada pelos trabalhadores, que ficou em 2,64% de reposição da inflação e mais 2,36% de ganho real.

O secretário da pasta, Ricardo Linhares, informou sobre a necessidade de estudos para avaliar as possibilidades de reajuste, considerando que o Município está acima do limite prudencial com gasto com pessoal. “Estamos finalizando alguns estudos e ao longo desta semana iremos fazer uma proposta ao Sindicato. Por conta de estarmos acima do limite prudencial de gastos com pessoal, conforme a Lei de Responsabilidade Fiscal, não podemos realizar ações que resultem em aumento de despesa”, explica ele.

Limite prudencial

O Município de Ponta Grossa fechou o terceiro quadrimestre de 2017 com o índice de gasto com pessoal em 54,07%, acima do máximo permitido. Conforme levantamentos da Secretaria da Fazenda, essa diferença se deve principalmente à queda na receita e também da necessidade de novas contratações, para atender Unidades de Saúde e escolas em tempo integral ampliadas, por exemplo. Se a receita destinada ao gasto com pessoal em 2017 tivesse sido cerca de R$ 20 milhões maior, o Município teria conseguido ficar abaixo do limite prudencial.

Além da folha mensal de pagamento dos servidores, nos gastos com pessoal da Prefeitura estão inclusas ainda as terceirizações, como as equipes da UPA, SAMU, Hospital Municipal e Hospital da Criança, os repasses para pagamento da folha das entidades conveniadas, além dos inativos e pensionistas. (Com assessoria)

Confira outros Posts