Sem categoria

FUMTUR reabre programa que estimula o conhecimento de atrativos turísticos

Conhecer alguns dos mais importantes empreendimentos industriais de Ponta Grossa, visitar os principais prédios históricos ou conhecer os templos mais importantes são as opções que o programa Conhecendo PG, mantido e promovido pela Fundação Municipal de Turismo – FUMTUR – está reabrindo.

De acordo com o presidente da Fundação, Edgar Hampf, o projeto é social e gratuito, e já está com inscrições abertas. Podem inscrever-se escolas públicas (municipais e estaduais), associações e entidades de classe. O objetivo, aponta o presidente, é estimular o ponta-grossense a conhecer os atrativos turísticos de sua cidade e, com isso, ajudar a divulga-los. “Ninguém recomenda o que não conhece. Por isso o primeiro foco é justamente oferecer ao ponta-grossense a oportunidade de conhecer o que a cidade oferece”, avalia Hampf.

Cinco roteiros

O programa “Conhecendo PG” oferece cinco roteiros (veja quadro abaixo), da temática industrial à religiosa, passando pelo plano histórico-cultural, natural e alternativo. Os roteiros têm duração de quatro horas e são disponibilizados todas as terças e quintas-feiras, sempre no período da tarde.

De acordo com o presidente da FUMTUR, até agora mais de 7.000 pessoas já participaram do programa, iniciado em 2011. “É um número expressivo, mas ainda modesto. Nossa intenção é facultar à maioria dos cidadãos, nas categorias atendidas pelo programa, essa oportunidade”. Por conta disso, estão em fase de planejamento alternativas para ampliar a oferta de saídas e também uma revisão nos roteiros.

Informativo

As visitas têm caráter informativo – ou seja, há orientação, informação e atendimento a demandas sobre história, desenvolvimento e condições de cada ponto – além de oferecer curiosidade sobre o local visitado e o projeto percorrido, e também sobre o município, com o objetivo de instigar sempre mais o interesse dos grupos.

No ano passado, segundo os registros da Fundação Municipal de Turismo, foram 45 saídas, com mais de 1.500 participantes, com a maioria dos grupos optando pelo roteiro Histórico-Cultural. Entre os participantes, majoritariamente alunos das escolas públicas, com adolescentes de até 15 anos que não conheciam os locais visitados, aprendendo a valorizar o que a cidade dispõe de áreas de lazer, entretenimento e atrações turísticas.

Na página

O projeto, seus roteiros e opções estão disponíveis na página Conhecendo PG, na rede social Facebook. O projeto é desenvolvido pela Fundação Municipal de Turismo, acadêmicos do Curso de Turismo da UEPG, tanto voluntários quanto bolsistas, pois integra projeto de extensão daquela universidade, recebendo capacitação antes das atividades para atender os grupos. O projeto também é fruto de parceria com a Viação Campos Gerais, com o apoio do Ponta Grossa Convention & Visitors Bureaus, Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e Fundação Araucária.

“Nossos roteiros estão sendo revistos e, no segundo semestre, serão ampliados. Também estamos trabalhando para ampliar o número de saídas e, consequentemente, a oferta de passeios para os grupos”, informa Edgar Hampf. O presidente da Fumtur também trabalha para a criação de roteiros específicos, principalmente desenvolvendo novas opções de visitas a parques industriais e atrativos naturais.

Os roteiros disponíveis

– Temática Religiosa:

Roteiro 1 – Mosteiro da Ressurreição, Casa do Divino e Catedral.

Roteiro 2 – Mosteiro da Ressurreição e Paróquia São Sebastião.

 

– Temática Industrial:

Roteiro 1 – Beaulieu do Brasil – Fábrica de Carpet

 

– Temática Histórico-Cultural:

Roteiro 1 – Praça Marechal Floriano Peixoto, Proex, Museu Campos Gerais e Biblioteca Pública Municipal.

Roteiro 2 – Museu Campos Gerais, Casa da Memória e Biblioteca Pública Municipal.

Roteiro 3 – Museu Campos Gerais, Casa da Memória e Mansão Villa Hilda.

Roteiro 4 – Reservatório Botuquara, Museu Campos Gerais e Praça Marechal Floriano Peixoto.

Roteiro 5 – Praça Marechal Floriano Peixoto, Proex, Casa da Memória e Reservatório Botuquara.

Roteiro 6 – Biblioteca Pública Municipal, Casa da Memória e Mansão Villa Hilda.

 

– Temática Natural:

Adega Porto Brazos

 

– Programa Alternativo:

Roteiro 1 – Adega Porto Brazos e mais algum atrativo histórico-cultural.

Roteiro 2 – Mosteiro da Ressurreição e mais algum atrativo histórico-cultural.

 

Agendamentos devem ser feitos com Chayenne ou Milene, na Fundação Municipal de Turismo pelo telefone (42) 3901.1601. (Com assessoria)

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail, website ou empresa não serão publicados.

Confira outros Posts