Política Ponta Grossa

Plauto permanece no DEM e vai apoiar Ratinho Júnior ao Governo do Estado

O deputado estadual Plauto Miró Guimarães Filho decidiu permanecer filiado no Democratas. A afirmação foi feita pelo parlamentar em artigo enviado à imprensa na tarde desta sexta-feira (06). No artigo, Plauto frisa que a decisão em ficar no partido leva em conta “um ideal de liberdade e o respeito ao direito de escolha” – leia abaixo. Também foi enviado aos meios de comunicação pela assessoria do deputado um vídeo em que Plauto manifesta apoio à pré-candidatura do deputado estadual Carlos Roberto Massa Júnio, o Ratinho Júnior (PSD), para o Governo do Estado.

Na semana passada, Plauto veio a público manifestar a vontade de deixar o DEM. As informações de bastidores davam conta de que ele não concordou com ações tomadas pelo presidente do partido no Paraná, Pedro Lupion, e seu pai, Abelardo Lupion. Os dois teriam fechado acordo de apoio com o deputado federal Ricardo Barros (PP) para que o DEM integre a futura coligação que terá a vice-governadora Cida Borghetti como candidata ao Governo.

Diante disso, Plauto cogitou sair do DEM, onde está filiado há mais de 30 anos, desde a época de PFL. O destino cogitado era o PSD de Ratinho ou o PSC, também ligado ao pré-candidato a governador.

Conversas

Depois dessa manifestação, Plauto recebeu várias lideranças para conversas em seu gabinete na 1ª Secretaria da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep). Entre elas, Ricardo Barros, Cida Borghetti e Ratinho Júnior. Nesta semana, Pedro Lupion e os demais diretores do DEM assinaram uma carta direcionada a Plauto para que não deixasse o partido.

Depois de muitas conversas, para que Plauto permanecesse no DEM, a direção estadual deu o aval para que o deputado caminhe junto com Ratinho Júnior, mesmo que o partido vá com Cida Borghetti. Essa definição só se concretizará nas convenções partidárias, entre 20 de julho e 05 de agosto.

Pelo que se sabe, a decisão da direção do DEM em liberar Plauto pra ir com Ratinho Júnior também teve o respaldo do casal Cida e Ricardo Barros. O entendimento é de que não seria satisfatório ter Plauto e seu grupo político na Assembleia Legislativa como oposição ao Governo de Cida Borghetti – ela assume o Governo nas próximas horas com a saída de Beto Richa para ser candidato ao Senado. Na prática, portanto, Plauto ganha a queda de braço intra-partidária neste momento.

 

Leia o artigo enviado por Plauto na íntegra.

Por um ideal de liberdade e o respeito ao direito de escolha

Estou em casa! E assim pretendo permanecer até quando for possível. Digo isso, pois, para mim, a casa é o lugar onde encontramos abrigo, conforto e segurança. É onde constituímos família e escrevemos nossa história.

A casa à qual me refiro é o Partido da Frente Liberal fundado em 1985 e hoje denominado Democratas. Mudou o nome, mas se mantiveram as convicções e os princípios que sustentam a busca pelo bem maior no do nosso país.

Foi aqui que cresci como homem, cidadão e político.

O pilar que sustenta essa estrutura é o compromisso com todas as formas de liberdade. Que preza pelo desenvolvimento econômico, o fim da burocracia, a descentralização dos poderes e o direito à propriedade.

Os propósitos estabelecidos na carta que rege os rumos do partido se pôs à frente do contraditório. Fiquei comovido diante da atitude dos velhos amigos que fizeram valer a minha liberdade de escolha.

Fico no Democratas após receber a garantia de que a minha decisão de apoiar a pré-candidatura de Carlos Massa – Ratinho Júnior será respeitada. Até porque, estamos distantes ainda do período das convenções quando, de fato, iremos definir qual o caminho a nossa Legenda irá trilhar.

Teremos tempo para mais debates. E serão nesses momentos que terei a oportunidade de continuar defendendo a ideia de apoiar um novo projeto para o Paraná.

*Plauto Miró Guimarães Filho

Veja o vídeo em que Plauto manifesta apoio à pré-candidatura de Ratinho Júnior:

 

Abaixo a carta direcionada pelo DEM a Plauto:

Confira outros Posts