Política Ponta Grossa

Ministro Ricardo Barros e Aliel dão início às obras da Maternidade Pública

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, e o deputado federal Aliel Machado (Rede), deram início oficial nesta segunda-feira (05), às obras de construção da primeira Maternidade Pública dos Campos Gerais. O evento aconteceu no Hospital Universitário e contou com a presença da vice-governadora Cida Borghetti (PP), esposa do ministro, além de autoridades da região.

Os recursos para a realização da obra foram indicados pelo deputado Aliel através de uma emenda individual de R$ 4 milhões. “A Comissão Especial de Inquérito das Maternidades (CEI), presidida pelo vereador Pietro Arnaud (Rede), nos trouxe dados alarmantes com relação ao índice de mortalidade de bebês e de mães em Ponta Grossa. A cidade não tinha uma maternidade pública e muitas vidas se perdiam por falta de atendimento adequado. Por isso priorizei os recursos junto ao orçamento da União para a construção da primeira Maternidade Pública de Ponta Grossa”, destaca Aliel.

Além disso, uma reunião com ex-prefeito Jocelito Canto e a direção do HU, ainda no primeiro ano de mandato, mostrou a necessidade de uma maternidade junto ao Regional. Na ocasião o projeto foi apresentado e Aliel se comprometeu a conquistar os recursos para a construção.

Recursos

Esta é a maior emenda individual indicada por um parlamentar ao município. Ao todo, Aliel já destinou mais de R$ 9 milhões em recursos através de emendas para diversas áreas em Ponta Grossa. “Isso mostra o compromisso que temos com a cidade e também com a região, já que a maternidade irá atender a pelo menos 12 municípios dos Campos Gerais. Ela será uma referência no atendimento e vai transformar o setor de forma muito positiva. É a maior conquista do nosso mandato”, afirma o deputado.

O prazo para a conclusão das obras é de 15 meses. Depois de pronto, o espaço vai contar com 10 quartos e 20 leitos, além de Pronto Atendimento e consultórios de obstetrícia. A maternidade terá ligação direta com as Unidades de Terapia Intensiva do Regional. Atualmente, o HU conta com seis leitos de UTI neo, cinco de UTI pediátrica e dois intermediários. A empresa vencedora da licitação, BC1 Construtora, apresentou um valor 18% menor que o destinado com a emenda. Cerca de R$ 3,4 milhões. Desta forma, o deputado Aliel está buscando, junto ao Ministério da Saúde, a viabilização do restante dos recursos para a compra de equipamentos para o novo prédio.

Ministro da Saúde, Ricardo Barros, em conversa com a imprensa no Hospital Regional | Foto: Doc.com

Emenda Parlamentar

As emendas parlamentares são propostas por meio das quais os deputados federais podem opinar ou influir na alocação de recursos públicos em função de compromissos que assumiram durante seu mandato.

Existem quatro tipos de emendas feitas ao orçamento da União: individual, de bancada, de comissão e da relatoria. As emendas individuais são de autoria de cada deputado. A emenda da maternidade pública dos Campos Gerais é individual, ou seja, foi indicada através do mandato do deputado federal Aliel Machado junto ao orçamento da União. Além disso ela é “impositiva”, o que obriga o Poder Executivo a executar o pagamento.

Confira outros Posts