Uma nova edição de um velho golpe está tendo como alvo empresas de comércio e prestação de serviços de Ponta Grossa. O alerta é da Coordenadoria Municipal de Orientação e Defesa do Consumidor – Procon. Os empresários são contatados via telefone por pessoas que se apresentam como funcionários de guias telefônicos e centrais de informação on-line, pedindo “atualização” de dados. Informam sempre que essa atualização não tem custo para o empresário. Diante da insistência dos golpistas, empresários confirmam os dados básicos (endereço, telefone, site, e-mail e eventualmente CNPJ) e recebem um e-mail de confirmação. Que já vem “assinado” por um membro da quadrilha, estipulando o pagamento mensal de R$ 300, durante três anos.

Um empresário do setor de comércio da cidade já foi vítima desses golpistas em 2012. Sob as mesmas alegações, agiram de maneira idêntica e, sem qualquer autorização, lançaram os boletos de cobrança – que não foram pagos. Os golpistas então chegaram a negativar o nome do empresário nos serviços de proteção ao crédito. Para livrar-se do problema, a vítima teve que recorrer a ações judiciais e à polícia para suspender a negativação e a cobrança indevida.

Para o coordenador-executivo do Procon de Ponta Grossa, Edgar Hampf, golpes como esse são aplicados “diversas vezes, praticamente todos os dias. Os empresários devem ficar atentos e evitar, de todas as maneiras, concordar com quaisquer ‘atualizações’ via telefone”.

Orientação

O Procon – que integra a estrutura da Secretaria Municipal de Cidadania e Segurança Pública – orienta que os empresários procurados com essa proposta solicitem de imediato o envio de comunicação por escrito, por correspondência ou e-mail, especificando o tipo de serviço oferecido e a existência de custos embutidos. E, em caso de ‘contratação’ desautorizada, procurar imediatamente o Procon e também a Polícia Civil. “Isso não é só um atentado ao consumidor, é um crime, e como tal deve ser tratado”.

No caso registrado nesta quarta-feira, os golpistas usaram – indevidamente – o nome de uma empresa que publica guias telefônicos comerciais e dos Correios. Os telefones de contato, informa o Procon, são geralmente com DDD 11, com base na cidade de São Paulo.​ (Com assessoria)

Confira outros Posts