Ponta Grossa

Convite do PPS a Aliel repercute e Rangel se sente desprestigiado pelo partido

O convite do PPS ao deputado federal Aliel Machado (Rede) para filiação e posterior candidatura à reeleição teve grande repercussão no meio político em Ponta Grossa nesta terça-feira (07) – ver matéria. O prefeito Marcelo Rangel, que é do PPS e adversário político de Aliel, disse que só irá se manifestar oficialmente sobre o tema nesta quarta-feira (08).

Entretanto, informações obtidas pelo Doc.com junto a pessoas próximas ao alcaide revelam que Rangel não gostou nada da postura do partido e que se sentiu desprestigiado ao não ser consultado acerca do assunto, que interfere de forma direta nas eleições do ano que vem em termos de composições partidárias. Rangel é pré-candidato ao Governo do Estado pela legenda.

A interlocutores que o indagaram para saber sobre o assunto, o prefeito avisou que vai procurar o presidente estadual do PPS, deputado federal Rubens Bueno, para obter mais explicações sobre o convite a Aliel. O presidente municipal da sigla, Doutor Zeca, também não teria sido procurado para debater o assunto. Zeca também irá se pronunciar nesta quarta-feira.

Bastidores

Nos bastidores, comenta-se que o convite a Aliel teria ocorrido porque, além de o PPS querer um candidato com potencial de eleição à Câmara Federal, teria a intenção de minar a pré-candidatura de Rangel a governador. O prefeito disputa a indicação do partido com o prefeito de Guarapuava, César Silvestre Filho. No caso do aceite do convite por Aliel, Rangel ficaria numa situação complicada, até mesmo constrangedora dentro da legenda. Entretanto, pelo que o Blog apurou, o convite não será aceito.

Mesmo diante de um não de Aliel ao PPS, Rangel já trabalha com a possibilidade de deixar a legenda depois do ocorrido, temendo possíveis dificuldades partidárias para colocar em prática o projeto de disputa ao Governo do Estado. O alcaide já teria convites de lideranças nacionais de grandes siglas para mudar de partido.

Confira outros Posts