Ponta Grossa

Obras da Escola do Ouro Verde serão retomadas e concluídas em seis meses

A obra da construção da Escola do Ouro Verde, que teve início em dezembro de 2013, e estava desde agosto de 2016 com o serviço paralisado, deve ser concluída até março do próximo ano. Na tarde desta sexta-feira (20), o prefeito Marcelo Rangel (PPS) assinou o contrato com a Construtora UEME – que venceu a licitação para o término dos serviços.

“Desde janeiro colocamos como prioridade no mandato a fiscalização da obra da Escola do Ouro Verde. Aos poucos fomos desatando os nós que impediam o retorno do serviço e com ajuda do prefeito Marcelo Rangel, do deputado federal Sandro Alex e da secretária de Educação Esméria Savelli, hoje podemos comemorar a liberação de recursos para a finalização desta Escola, que será em tempo integral para 600 alunos da região do Ouro Verde”, ressalta Paulo Balansin.

A Construtora UEME venceu a licitação e deve começar os trabalhos imediatamente tendo 180 dias para a conclusão. Quando estiver concluída, a Escola do Ouro Verde receberá estudantes atualmente atendidos pela Escola Municipal Professora Armida Frare Garcia, na região do Santa Maria, e pela Escola Municipal Professora Guitil Federmann, na região do Santa Marta.

Comunidade indicou nome 

Um abaixo assinado com mais de 300 assinaturas e ofícios das escolas vizinhas foram entregues ao vereador  Balansin reivindicando que o nome de uma professora da Escola Guitil Federmann, falecida em 2013, seja dado para a nova escola.

“Justo que a escola tenha o nome de alguém que dedicou sua vida para a educação. Em Ponta Grossa, agora é Lei, nome de escolas só poderá ser em homenagem a um profissional da área”, comenta Balansin. (Fonte: assessoria)

Confira outros Posts