Política Ponta Grossa

Rangel busca apoio de deputados para construção de trincheira na BR-376

O prefeito Marcelo Rangel (PPS) encaminhou nesta semana um ofício dirigido a sete deputados estaduais e federais solicitando um esforço conjunto para a viabilização de recursos para a construção de uma trincheira na BR-376, próximo ao início do Distrito Industrial. Recentemente foi realizada uma reunião entre a Prefeitura Municipal, representantes legislativos e empresários para discutir o projeto, e o governo municipal se comprometeu em conversar com representantes ponta-grossenses para a execução da obra.

O documento destaca que já há um projeto disponibilizado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), feito em 2007, e que aponta um custo de pelo menos R$ 15 milhões. “A proposta seria conquistar este recurso através de um rateio entre os senhores deputados federais e estaduais que representam a nossa cidade para viabilizar financeiramente a sua construção”, aponta o ofício.

Desapropriações

Anteriormente, Rangel garantiu que o governo municipal assume a responsabilidade das desapropriações necessárias no entorno da trincheira, avaliadas em cerca de R$ 1,5 milhão, para complementar o recurso para a construção em si. “Há a possibilidade de fazermos um convênio juntamente aos governos estadual e federal, mas para isso precisaremos da cooperação de todos os deputados que representam Ponta Grossa”, sugeriu o prefeito durante a reunião.

A obra é requisitada pelos trabalhadores do Distrito Industrial e o documento encaminhado aos deputados justifica a importância da sua execução. “Tal solicitação se faz necessária para que as indústrias, comércio e prestadores de serviço da região diminuam seus custos e continuem aquecendo a economia e propiciando renda e emprego para muitos”, afirma o ofício.

A solicitação de emendas parlamentares foi feita aos deputados federais Sandro Alex (PSD), Aliel Machado (Rede) e Leopoldo Meyer (PSB) e aos deputados estaduais Plauto Miró (DEM), Péricles de Mello (PT), Marcio Pauliki (PDT) e Hussein Bakri (PSC). (Fonte: PMPG)

Confira outros Posts