Ponta Grossa

R$ 67 milhões: Tekla Engenharia vence licitação e fará reforma do Mercado Municipal

A empresa Tekla Engenharia Ltda venceu a licitação para realizar a revitalização do Mercado Municipal de Ponta Grossa, a um custo de R$ 67 milhões para um contrato de concessão de 35 anos, que poderá ser prorrogado por igual período. A Tekla foi a única empresa a apresentar proposta para fazer as obras e posteriormente ficar com a administração e exploração comercial do local. A documentação exigida no edital de licitação ainda será reavaliada para finalizar o processo, com reunião marcada para o próximo dia 06 de outubro.

Segundo o secretário de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional, Paulo Henrique Carbonar, o resultado da licitação foi positivo. Ele acredita que as obras devem iniciar entre o final deste ano e o início de 2018, pois existe um prazo a ser vencido para a firmação do contrato e a formalização dos projetos de revitalização.

“Para garantir que a recuperação do Mercado Municipal aconteça e esteja de acordo com a legislação, estamos concentrando todo o cuidado possível no processo que escolherá a empresa responsável por este patrimônio de Ponta Grossa. É um desenrolar moroso, mas que trará apenas benefícios para a população quando for finalizado”, explica Carbonar.

A Tekla Engenharia já havia apresentado projeto para investimento no Mercado Municipal. Porém, não foi possível realizar as obras através de uma Parceria Público-Privado (PPP), como se pretendia. Assim, a administração municipal partiu para um processo licitatório, que agora foi vencido pela empresa de Curitiba.

Melhorias

A reforma passa pela recuperação do prédio principal, mantendo as características originais e acrescentando, ainda, um edifício-garagem, um boulevard, lojas, restaurantes, moderno espaço padronizado para o setor hortifrutigranjeiro, açougues e peixarias, além da construção de um hotel com 12 andares.

Para que a população já possa ter uma ideia do que será feito no local, a empresa disponibilizou as primeiras imagens em 3D do projeto para o futuro Mercado, com o novo hotel, Boulevard e novo edifício-garagem, que ocupará o espaço do atual estacionamento e terá entrada pela Rua Júlia Vanderley. Entre a garagem e o atual prédio será construído um boulevard, para passeio e eventos. Já o hotel será instalado à direita, com entrada pela Rua Comendador Miró. Duas escadas rolantes serão instaladas para acesso aos restaurantes, que ficarão conectados ao hotel, o qual terá 168 apartamentos de padrão econômico superior, sendo 12 por andar.

Entre as novidades também estarão os telhados envidraçados e um recuo na entrada, com aumento da calçada e a criação de uma passarela de ferro onde hoje há os dois fossos, na área frontal.

Setor hortifrutigranjeiro

O espaço para o setor hortifrutigranjeiro irá atender 91 boxes, sendo 60 para hortifrutis, 23 delicatessen e oito açougues e peixarias. As áreas de boxes e de circulação serão separadas com pequenas elevações e espaços para higienização, além de mobilizadas de forma padronizada.

Edifício-garagem e Hotel

Além do moderno mercado de frutas, verduras, carnes e outros produtos típicos de mercado, serão modernizados também a área de lojas e conveniências, lanchonetes e serviços, no andar térreo. Já no piso superior serão ativados os restaurantes, que poderão atender em horário diferenciado, pois funcionarão de maneira independente, com ligação entre o edifício-garagem e o hotel. (Com informações do Portal aRede! e da PMPG)

Imagens: Projeto apresentado pela Tekla Engenharia

Confira outros Posts