Política

Assembleia Legislativa do Paraná homenageia Construtores da Paz

A Sessão Plenária da Assembleia Legislativa desta terça-feira, 19, dedicou o momento do Grande Expediente a uma homenagem aos Construtores da Paz, como estão sendo chamadas personalidades e instituições que reconhecidamente atuam na promoção da paz, na construção de um mundo mais justo e fraterno, e que cultivam princípios de respeito à vida, generosidade, solidariedade, rejeição da violência e preservação do planeta.

O secretário geral do Conselho Parlamentar da Cultura da Paz (Conpaz), deputado estadual Péricles de Holleben Mello (PT), comentou sobre a homenagem citando o livro Imaginação Moral – Arte e Alma na Construção da Paz, de John Paul Lederach. “O autor nos fala sobre a construção da cultura de paz, passando pela capacidade de imaginar uma rede de relações que inclua nossos inimigos, a capacidade de superar dualismos e a crença fundamental no ato criativo e no seu exercício. São lições valiosas que nos encorajam a viver de fato a cultura da paz”.

Papel da Justiça

Representando o conjunto dos homenageados, Olívia Braschi, do Instituto Nhandecy, falou sobre o papel da Justiça na resolução de conflitos. “O judiciário deveria ser um hospital das relações, um lugar de encontro. Deveria ser o local de cultivo de relações saudáveis. Mas como isso pode acontecer numa sociedade extremamente violenta como a nossa? Assim como a violência é aprendida, é possível também aprender a conviver em paz. É preciso ter um espaço de encontro, onde poderemos encontrar algo novo”.

O grande mestre da Ordem Rosa-Cruz, Hélio de Moraes e Marques, também discursou durante a sessão. “A paz só pode ser alcançada pelo comprometimento das pessoas, dos governos e da sociedade civil organizada. A Rosa Cruz afirma que isso só é possível com pensamentos, palavras e ações. É preciso pensar a vida e viver o seu pensamento, temos de estar envolvidos com os grandes desafios da nossa época”. (Fonte: assessoria)

Confira outros Posts