Ponta Grossa

Guarda Municipal combate comércio irregular no centro de PG

A Guarda Municipal (GM) de Ponta Grossa, em parceria com a Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional (SMICQP), realizou, na terça-feira (11), operação de combate ao comércio irregular nas imediações do Calçadão da Coronel Cláudio e da Rua Fernandes Pinheiro.

A ação mobilizou equipes da Romu e do Getam, que realizaram abordagens junto aos comerciantes ambulantes da região e apreenderam diversos produtos comercializados irregularmente. Duas pessoas foram encaminhadas à Delegacia da 13ª SDP por venda de Cd´s e Dvd´s falsificados. Outras oito foram presas em flagrante e levadas à Delegacia da Receita Federal em Ponta Grossa por comércio ilegal de cigarros.

Aproveitando uma solicitação de apoio vinda da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional para o cumprimento do Decreto 13.043, que dispõe sobre autorização para realização de atividades no Calçadão da Rua Coronel Cláudio, a Guarda Municipal expandiu a ação, realizando uma operação de fiscalização ao comércio irregular como um todo.

Reforço

De acordo com o Secretário Municipal de Cidadania e Segurança Pública (SMCSP), Ary Lovato, a operação reforça o trabalho constante empreendido pela Guarda Municipal no combate ao comércio irregular e ilícito na cidade.

“Temos empreendido constantes ações no sentido de combater atividades de comércio de produtos ilícitos ou irregulares no Município. Nossas equipes mantêm vigilância constante e, diante das solicitações de comerciantes do entorno e do requerimento de apoio feito pela Secretaria de Indústria e Comércio, realizamos essa operação, com resultados amplamente satisfatórios”, declara.

Fiscalização

O secretário de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional, Paulo Henrique Carbonar, destaca o trabalho de fiscalização e conta que a Secretaria recebeu denúncias que apontavam o descumprimento do decreto, sancionado neste ano pelo Prefeito Marcelo Rangel. “Ações de fiscalização são importantes pois valorizaram o comerciante que está regularizado. Elas são uma forma de incentivar a prática do comércio legal, que traz benefícios para toda a população”, aponta Carbonar.

Produtos apreendidos

De acordo com a SMCSP, durante a operação, foram apreendidos: 3225 carteiras de cigarros, 1146 Dvd´s, 55 brinquedos fidget spinners, 55 isqueiros, 54 fones de ouvido para celular, 50kg de frutas, 47 carteiras, 41 maços de meias, 36 carregadores de celulares, 32 cintos, 17 cordões de joias, 5 conjuntos para bancos de carro, 4 capas para volante, 02 canivetes e 02 cabos USB. (Fonte: PMPG)

Confira outros Posts