Política

Procon alerta consumidor sobre o saque do FGTS

O Governo Federal divulgou nos últimos dias o calendário de saque das contas inativas do FGTS. E com a mudança das regras, passam a ter direito de sacar o dinheiro trabalhadores que têm saldo em uma conta inativa até 31 de dezembro de 2015. A medida, que objetiva injetar dinheiro na economia, trouxe algumas preocupações para os órgãos de defesa do consumidor, especialmente em relação aos correntistas da Caixa Econômica Federal, cujo crédito será automaticamente depositado em conta poupança e também em relação àqueles trabalhadores que optarem pela transferência dos recursos para suas respectivas contas em outras instituições financeiras.

De acordo com Edgar Hampf, coordenador-executivo do Procon de Ponta Grossa, “no momento em que os valores do FGTS forem depositados e havendo débito em aberto, esse dinheiro será imediatamente destinado à cobertura das dívidas, mas esse é um procedimento ilegal, porque esses recursos têm natureza alimentar, assim como o salário, e não podem ser bloqueados para quitação de débitos”.

Reclamação

Portanto, os consumidores devem ficar atentos e, se esse procedimento ocorrer, deverão buscar o desbloqueio dos valores junto aos agentes financeiros e, sem solução imediata, deverão registrar uma reclamação na plataforma consumidor.gov.br ou no Procon de Ponta Grossa, pessoalmente ou através dos canais de contato.

O Procon de Ponta Grossa orienta ainda que a utilização desses recursos deve ser uma escolha do consumidor, que poderá – naturalmente – negociar seus débitos com os bancos, buscando a melhor saída para sua situação financeira.

Contato

Em todo caso, reforça o coordenador Edgar Hampf, “quem decidirá o destino do dinheiro dessas contas do FGTS é o consumidor. Em hipótese alguma esse direito é transferido ao agente financeiro. Dúvidas podem ser sanadas, a qualquer tempo, no Procon de Ponta Grossa, inclusive pelas redes sociais ou pelo email [email protected]. (Fonte: PMPG)

Confira outros Posts