Política

Saúde de PG inicia planejamento do Plano Plurianual 2018 a 2021

Na manhã desta quinta-feira (26), a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) reuniu os líderes de todos os segmentos da área para uma reunião inicial sobre o Plano Plurianual (PPA). Mais de 40 chefias começaram executar metas e ações que serão realizadas de 2018 a 2021.

O plano deverá estabelecer as diretrizes, prioridades e os objetivos de cada projeto planejado. Depois que o PPA estiver finalizado será apresentado na Câmara Municipal de Ponta Grossa. Também participaram da reunião a prefeita em exercício, Elizabeth Schmidt (PSB), a secretária Municipal de Saúde, Angela Pompeu, e os secretários adjuntos da pasta, Luiz Antônio Delgobo e Robson Xavier.

Prazo

O plano tem prazo de término para julho de 2017. “Estamos nos adiantando, este é um importante momento. Poderemos avaliar o PPA passado, ver o que deu certo e o que não deu, dessa maneira teremos um plano mais efetivo e realista”, comenta Angela.

Um dos pontos destacados é fazer mais com menos, mas não deixando a população desassistida.  “Vamos consertar os erros e melhorar o que está faltando. O governo investiu muito na saúde da cidade, é notável a diferença, precisamos continuar trabalhando nessa linha, sem nunca perder o foco, deixando sempre a população em primeiro lugar. Isso será possível com o trabalho em equipe”, diz Luiz Antônio.

Último ano

O ano de 2017 será o último do PPA elaborado de 2013 a 2017. “Hoje contaremos muito com a participação e compromisso, discutiremos e iremos avaliar todas as medidas tomadas, vamos nos reinventar para melhorar o trabalho e o atendimento, reduzindo custos, porém criando algo executável e benéfico”, destaca Robson.

A prefeita elogiou a SMS pela iniciativa antecipada e pediu que todos trabalhassem de forma contextualizada com a atualidade. “É importante ter o pé no chão. A cidade está crescendo e com ela crescem as dificuldades. Devemos aprender com os erros e com as dificuldades. Temos uma tarefa muito importante, vamos continuar o fortalecimento da Atenção Primária”, finaliza Elizabeth. (Fonte: PMPG)

Confira outros Posts