Política

Rangel confirma Celso Sant’Anna, Ciro Ribas, Eduardo Marques e Márcio Ferreira no 2º governo

rangel-ciro-marques-santanna-ferreira
Ciro Ribas, Eduardo Marques, Marcelo Rangel, Celso Sant’Anna e Márcio Ferreira | Foto: Agora1

O prefeito reeleito Marcelo Rangel (PPS) confirmou nesta terça-feira (20) mais quatro nomes para compor o seu segundo governo. O engenheiro civil Celso Sant’Anna vai ocupar a nova pasta de Infraestrutura e Planejamento. O também engenheiro civil Ciro Ribas estará à frente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPLAN). Eduardo Marques assumirá o comando da Companhia Ponta-grossense de Serviços (CPS) e Márcio Ferreira ficará à frente da Secretaria de Serviços Públicos.

O nome de Esméria Saveli também foi confirmado para permanecer na pasta de Educação.

Grandes obras

Celso Sant’Anna será o responsável pelas grandes obras no comando da Secretaria de Infraestrutura e Planejamento, que é o resultado do desmembramento da Secretaria de Obras e Serviços Públicos. Obras será incorporada na Infraestrutura, e Serviços Públicos ficou como Secretaria responsável por trabalhos básicos, como tapa buraco e limpeza de vias. Márcio Ferreira vai assumir Serviços Públicos depois que Rangel anunciou que finalizará as ações da Agência Reguladora de Águas e Saneamento (ARAS) – ver matéria, na qual Ferreira está como presidente.

IPLAN

Ciro Ribas é o atual secretário de Planejamento e vai para o IPLAN. Ficará a cargo dele os projetos de curto, médio e longo prazo a ser executados no Município. Paulo Barros, que está na presidência do IPLAN, ainda não teve seu futuro definido, se irá permanecer ou não no governo.

CPS

Eduardo Marques já é diretor da CPS e passará a comandar as ações. Hoje, a Companhia é presidida por Odailton Souza, que deverá ficar somente como secretário de Gestão Financeira a partir de 2017.

Reconhecimento

A confirmação de Esméria Saveli na Educação é o reconhecimento do prefeito pelo bom trabalho desempenhado na área nos últimos quatro anos. A elevação do número de escolas municipais em período integral é um dos motivos de satisfação de Rangel. Aumentar esse número fará parte das prioridades do próximo governo.

Confira outros Posts