Política

Ajustes: Rangel vai reduzir cargos, regulamentar o trabalho dos comissionados e cortar secretarias

Marcelo Rangel 10O momento é de total contenção de gastos e de ajustes para o próximo mandato na Prefeitura de Ponta Grossa. O prefeito reeleito Marcelo Rangel (PPS), junto com integrantes do Governo mais ligados a ele, estuda meios para gerar economia aos cofres públicos, mas sem que o serviço prestado à população seja prejudicado. Assim, a saída parece ser ‘cortar na carne’.

Segundo informações vindas do Palácio da Ronda, o prefeito pretende não apenas cortar cargos em comissão, mas também regulamentar o sistema de trabalho deles. Outra medida será a redução do número de secretarias.

Regulamentação dos comissionados

A diminuição dos comissionados já começou na semana passada e deve prosseguir pelas próximas semanas. A previsão inicial, feita por decreto, de se chegar a 20% a menos nos cargos de confiança, deve ser alcançada em dezembro. Ao todo, até o início dos cortes, eram mais de 290 cargos de confiança. Além dessa redução, para os cargos em comissão que permanecerem, Rangel estaria preparando uma regulamentação.

12 horas de trabalho

Ao que tudo indica, tal regulamentação está sendo estudada junto ao Jurídico da Prefeitura, para avaliar se vai acontecer por lei na Câmara ou decreto do prefeito. O fato é que o serviço dos comissionados passará a ter regras mais claras. Segundo consta, nas palavras do próprio prefeito, vai ter cargo em comissão com carga horária de até 12 horas. “Os funcionários comissionados de Ponta Grossa vão passar a trabalhar 12 horas”, teria dito Rangel.

Menos secretarias

Em relação às secretarias, a princípio devem haver junções, embora não esteja descartada a extinção de algumas delas, consequência do corte dos cargos em comissão. Ainda não se sabe ao certo de quais se tratam, mas o estudo nesse sentido já teve início. O prefeito estaria convicto em adotar um amplo enxugamento da máquina pública para iniciar o seu segundo mandato.

Pelo que se percebe, a palavra austeridade deve ser aplicada com afinco nessa transição do primeiro para o segundo mandato do prefeito Marcelo Rangel.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail, website ou empresa não serão publicados.

Confira outros Posts