Política

SETI lança edital de R$ 2 milhões para capacitação de empresários

João Carlos Gomes 2
O secretário da SETI é o ponta-grossense João Carlos Gomes | Foto: Divulgação

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, lança mais um edital do Programa Bom Negócio Paraná voltado à capacitação de pequenos e microempresários. Podem participar apenas as universidades estaduais do Paraná, que ministram a capacitação. São mais de R$ 2 milhões para o desenvolvimento de até 14 projetos com valores que variam de R$ 120 mil a R$ 160 mil. O prazo para submissão das propostas é de 29 de novembro a 1º de dezembro.

Desde que foi lançado em 2012, o Programa Bom Negócio Paraná já capacitou cerca de 20 mil pessoas em 270 cidades do Paraná. O curso oferecido aos empreendedores, através dos núcleos existentes nas universidades públicas estaduais, está atraindo um número cada vez maior de interessados e contribuindo para o crescimento e recuperação de muitos negócios em várias regiões do estado.

Empreendedores

“As capacitações têm despertado o espírito empreendedor e qualificado as pessoas que já são empreendedoras em todo o estado, além de oportunizar a abertura ou ampliação dos negócios, fomentando também a economia da região”, destacou a assessora de Projetos Estratégicos de Gabinete da Seti, Sandra Cristina Ferreira.

Nos cursos, presenciais e a distância, os pequenos e médios empreendedores têm acesso aos módulos de Gestão de Negócios, Gestão Comercial, Gestão de Pessoas, Gestão Financeira e Gestão Estratégica. O curso é o único voltado aos empreendedores com todos os módulos e material totalmente gratuitos. 

Edital

Podem participar com propostas de projetos as universidades estaduais de Londrina (UEL), de Maringá (UEM), Ponta Grossa (UEPG), do Oeste do Paraná (Unioeste), do Centro Oeste (Unicentro), do Norte do Paraná (UENP) e Universidade Estadual do Paraná (Unespar).

As propostas deverão ser apresentadas por coordenador-autor vinculado a Instituições Estaduais de Ensino Superior, que deverá ser graduado em um dos seguintes cursos: Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas ou Direito. A equipe deverá ser inter/multidisciplinar, atendendo ao número de bolsistas específico a cada núcleo.

As bolsas são voltadas para o professor extensionista que orienta as atividades (no valor de R$ 1.030,00), estudantes de graduação (no valor de R$ 745,00) e recém-formados (no valor de R$ 2 mil), em um plano de trabalho com duração prevista para 12 (doze) meses de execução.

O prazo para submissão das propostas é de 29 de novembro a 1º de dezembro no site www.sigseti.net.br. A análise, seleção e ajustes das propostas deverão ocorrer até 5 de dezembro, com envio da documentação completa, adequada e assinada por SEDEX até 9 de dezembro. A partir de 10 de dezembro serão publicados no site www.seti.pr.gov.br, o resultado da seleção.

Telecentros vão oferecer cursos do programa Bom Negócio.
Telecentros vão oferecer cursos do programa Bom Negócio | Imagem: Divulgação

Programa

O programa Bom Negócio Paraná oferece o curso nas modalidades presencial e a distância (EaD). No total, são 68 horas divididas nos módulos de Gestão de Negócios, Gestão Comercial, Gestão de Pessoas, Gestão Financeira e Gestão Estratégica. No EaD, além dos específicos, há ainda a oferta do módulo especial de Introdução ao Ambiente Virtual, como forma de permitir ao aluno uma compreensão melhor de como trabalhar numa plataforma de Ensino a Distância e tirar melhor proveito do curso.

Linhas de crédito

Os empreendedores que participam do programa têm acesso às linhas de créditos de baixo custo do Fomento Paraná. Na instituição financeira de desenvolvimento do Governo do Estado, as taxas de financiamento são menores. A instituição atua no financiamento aos empreendimentos de micro, pequeno e médio porte do Paraná. (Fonte: ANPr)

Confira outros Posts