Política

Aliel é o candidato que mais arrecadou e gastou até o momento; confira a movimentação financeira

Aliel Machado RedeA prestação de contas da movimentação financeira dos candidatos às eleições municipais deve ser feita até 72 horas depois da arrecadação ou da efetuação do gasto. Essa é a primeira vez que esse modelo é implantado em uma campanha, com a intenção de dar maior transparência ao que é arrecadado e ao que é gasto. Até o momento, o candidato a prefeito de Ponta Grossa que mais conseguiu recursos e que também mais gastou na campanha foi o deputado federal Aliel Machado (REDE), com receita de R$ 81 mil e despesa de R$ 67.671,48.

O segundo foi o candidato Júlio Küller (PMB), com R$ 5.560,00 de receita e R$ 3.500,00 de despesa. Na sequência vem o candidato à reeleição, Marcelo Rangel (PPS), com R$ 4.500,00 de receita e nada declarado de despesa até agora.

Os candidatos Professor Gadini (PSOL) e Leandro Soares (PPL) ainda não declararam nenhum valor referente à movimentação financeira da campanha.

De onde veio o ‘dim dim’

Neste ano as doações para campanha eleitoral só podem ser realizadas por pessoas físicas ou através dos recursos dos partidos. No caso de Aliel, todos os R$ 81 mil são oriundos do fundo partidário das legendas que integram a sua coligação. No caso de Küller, está declarado que ele próprio colocou na campanha R$ 3 mil e recebeu uma doação do deputado estadual Marcio Pauliki (PDT), no valor de R$ 2.560,00. Já o prefeito Marcelo Rangel recebeu quantias de dois integrantes da atual equipe de Governo, sendo R$ 2.500,00 de Leopoldo Cunha Neto (presidente da Fundação Municipal de Esporte) e R$ 2 mil do presidente da AMTT, Celso Santana.

Para estas eleições, o limite de gastos para a campanha a prefeito de Ponta Grossa é de R$1.548.391,21 no primeiro turno e de R$464.517,36 no segundo turno. Os valores têm como base o que foi gasto na campanha de 2012.

Confira a movimentação financeira dos candidatos à Prefeitura de Ponta Grossa através deste link.

Confira outros Posts