Política

PT caminha para coligar com o PTdoB na eleição à Câmara

Requião Selma DeMário Aliel
Registro do encontro do PMDB no último domingo em Ponta Grossa, com a presença do senador Roberto Requião, que aparece ao lado de Selma Schons, Carlos de Mário e Aliel Machado | Foto: Divulgação

O Partido dos Trabalhadores (PT) de Ponta Grossa realiza a sua convenção no próximo domingo (24), às 10 horas, no Sindicato dos Metalúrgicos. Na ocasião deve ser sacramentado o apoio ao deputado federal Aliel Machado (Rede) para a Prefeitura. Já na eleição para vereador, os petistas caminham para uma aliança com o PTdoB, que integra a Frente Popular, junto com o PTN e o PTC. As informações foram passadas pelo deputado estadual do PT, Péricles de Mello.

O caso envolvendo o desvio de dinheiro da Petrobrás no governo petista, aliado ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), provocou um grande esvaziamento no partido, que perdeu muitos deputados, vereadores e prefeitos na janela para mudança de partido.

Esvaziamento

Aqui mesmo em Ponta Grossa o PT ficou sem representantes na Câmara. José Nilson Ribeiro, o Nilsão, saiu da legenda após mais de 30 anos de filiação, para ingressar no PMB. Ele assumiu a cadeira depois da renúncia da ex-vereadora Ana Maria de Holleben, no caso que ficou conhecido como falso sequestro. Amauri Manosso, que assumiu a cadeira com a eleição de Aliel Machado para deputado federal, foi outro que saiu para entrar na Rede. Ambos sabiam que as dificuldades serão maiores na busca pela reeleição estando no PT.

Selma pré-candidata

Agora, os petistas trabalham para eleger pelo menos um vereador neste ano. E uma das lideranças que irá colocar o nome na disputa é a ex-vereadora e ex-deputada federal Selma Schons, que tem uma longa história dentro do partido. A intenção é mobilizar a militância, embora os petistas saibam que não será fácil pedir voto estando nas fileiras do PT, principalmente, em Ponta Grossa, que possui um eleitorado com tendência conservadora.

Confira outros Posts