Política

Sociedade Rural dos Campos Gerais e parceiros lançam a COOPEGERA

Sociedade Rural CoopegeraNa manhã desta terça-feira (12), na Sede da Sociedade Rural dos Campos Gerais (SRCG), aconteceu o lançamento da Cooperativa dos Produtores de Ovinos e Caprinos dos Campos Gerais (COOPEGERA). O Evento contou com a presença do Presidente da Sociedade Rural dos Campos Gerais, Edilson Gorte; do fundador do Cescage e um dos idealizadores do projeto,  José Sebastião Fagundes Cunha; do Secretário Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ivonei Afonso Vieira; do Gerente da Fazenda Escola da Universidade Estadual de Ponta Grossa, Izaltino Cordeiro dos Santos; do Secretário Estadual de Comunicação do Paraná, Márcio Vilela (que também é pecuarista); além de pecuaristas e representantes do setor.

650 mil animais

O rebanho de ovinos no Paraná está em torno de 650 mil animais, representando 3,7% do efetivo brasileiro, estimado em 17 milhões de animais. Na região dos Campos Gerais, estima-se um rebanho de matrizes ao redor de 15 mil animais (2,3%) do rebanho paranaense, distribuídos em aproximadamente 80 criatórios com média de 200 animais por propriedade. “O potencial é muito superior, com expectativa para se chegar a 40 mil matrizes nos próximos anos, elevando-se a média de 400 animais por criatório”, explica o veterinário Izaltino Cordeiro dos Santos.

Durante a reunião foram esclarecidos todos os pontos e objetivos da nova Cooperativa, e a importância da formação da entidade jurídica, que será de fundamental importância para conquista de programas de investimentos, linhas de crédito, isenção ou redução de impostos, desenvolvimento de programas de melhoramento genético entre outros.

Sustentabilidade

Márcio Vilela destacou a importância de alicerces associados à inovação, melhoramento genético permanente e infraestrutura adequada, para desta forma obter bons resultados na ovinocultura e caprinocultura. “O compromisso com a qualidade e a ética na produção, são fundamentais para avaliação do consumidor final, o que nos garante, além da aceitação, a sustentabilidade aliada a preocupação com meio-ambiente”, disse.

O presidente da Sociedade Rural dos Campos Gerais lembrou que são diversos os produtos derivados do carneiro que podem ser comercializados. “Desde que os criadores trabalhem com técnicas adequadas, bons animais e condições necessárias, podem obter ótimos lucros”, frisa Gorte, que destacou ainda os próximos eventos da Coopegera: a 39ª EFAPI, a Fenovinos PR em 2017, e o 3° Encontro Mercadológico da Carne. (Fonte: assessoria)

Confira outros Posts