Política

PDT vai de Júlio Küller e deve indicar Roberto Mongruel de vice

Osmar Encontro PDT
O ex-senador e presidente do PDT estadual, Osmar Dias, entre o deputado Marcio Pauliki e o empresário Roberto Mongruel, durante encontro do PDT, no último sábado | Foto: Divulgação

O PDT de Ponta Grossa caminha para apoiar a candidatura do vereador Júlio Küller (PMB) a prefeito de Ponta Grossa. A definição acontece depois que o deputado estadual Marcio Pauliki (PDT) abriu mão de uma candidatura ao Palácio da Ronda. A intenção do PDT é indicar o candidato a vice-prefeito na chapa de Küller, e o nome mais cotado é o do empresário Roberto Mongruel (PDT). A decisão deve ser tomada em conjunto entre os membros do PDT municipal. Küller e Pauliki estiveram tratando do assunto nesta segunda-feira (04) na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

Pauliki definiu que não será candidato na semana passada (ver matéria) e no encontro do PDT, realizado no último sábado (02), declarou que deve buscar uma cadeira na Câmara Federal em 2018. Ainda no encontro, o ex-senador Osmar Dias, presidente do PDT do Paraná, afirmou que é pré-candidato ao Governo do Estado daqui a dois anos.

PV

Além de Küller, o nome do empresário Álvaro Scheffer (PV) também era uma opção de apoio dos pedetistas. Porém, como não houve uma definição e a última informação é de que Scheffer estaria tratando de uma possível indicação para ser o candidato a vice-prefeito na chapa à reeleição do prefeito Marcelo Rangel (PPS), o PDT optou por Küller.

E a coligação entre PDT e PMB deve ser tanto na majoritária quanto na proporcional. Para a Prefeitura, Küller espera contar ainda com o PROS e o PP. A busca é por formar uma terceira via, para entrar na disputa com Rangel e o deputado federal Aliel Machado (Rede).

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail, website ou empresa não serão publicados.

Confira outros Posts