Política

Mars Brasil amplia investimento e começa produção em 2017

Mars BrasilUma das novas unidades fabris recém-chegada a Ponta Grossa no último triênio, a Mars Brasil, entra na reta final de sua instalação. A fábrica local, com foco na produção de alimentos para animais de estimação, vê a cidade como diferencial estratégico na sua meta de crescimento para os mercados nacional e internacional. Os executivos da empresa fizeram nesta segunda (02/) uma visita técnica à indústria, na companhia do prefeito Marcelo Rangel (PPS) e do secretariado ponta-grossense, para avaliação do andamento das obras. Até o momento, 60% das obras estão concluídas.

A empresa também anunciou o incremento dos investimentos. Com previsão inicial de R$ 140 milhões, já chegam a R$ 165 milhões, com início da produção prevista para 2017 e com a contratação de 150 trabalhadores diretos e indiretos, aproveitando a mão de obra qualificada localizada em nossa cidade – o número chegará a 207 no terceiro ano.

Socioambiental

Outro diferencial para a empresa está no aspecto socioambiental – será a primeira unidade com certificado Leed Gold, um dos principais selos voltados para edificações que seguem os padrões internacionais de sustentabilidade, englobando eficiência energética, com redução de resíduos, atendimento à comunidade, uso racional da água, entre outras situações.

Na avaliação de Rangel, a parceria de Ponta Grossa com a multinacional Mars Brasil é mais um ícone da nova era de industrialização em nossa cidade. “Nos últimos anos, mais de 40 grandes indústrias chegaram em nossa cidade. Esta gestão tem se destacado por estar à disposição da industrialização, estendendo a mão aos produtores e à indústria. Desta forma estamos multiplicando os números de nossa arrecadação e pavimentando um futuro extraordinário para Ponta Grossa”, aponta Rangel

Comprometimento

Para o secretário de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional, Paulo Carbonar, o empenho mostra o comprometimento da Prefeitura com o crescimento da arrecadação e do emprego na cidade. “A atração de grandes indústrias vem merecendo atenção total por parte da administração. Isso se realiza desde a agilidade na documentação necessária para o bom andamento da instalação, até a negociação junto à concessionária da rodovia, Estado e outros órgãos para viabilizar questões estruturais, de acesso, entre outras”, cita Carbonar.

O presidente da Mars Petcare Brasil, José Carlos Rapacci, elogiou o trabalho da Prefeitura para permitir a instalação da indústria nos Campos Gerais. Segundo ele, a escolha baseou-se pela localização, quantidade de matéria-prima disponível e proximidade dos consumidores, além da qualificação da mão de obra local e da facilidade de negociação junto ao poder público, criando “um favorável ambiente de negócios”.

“Recebemos o apoio incondicional de todo o governo ponta-grossense em todas as etapas de instalação da fábrica, com resolução rápida e eficiente de qualquer entrave”, observou Rapacci.

Causas sociais

Conforme o presidente, a comunidade ponta-grossense pode ainda aguardar um grande envolvimento da empresa com causas locais. “A Mars Brasil se caracteriza por um grande aprofundamento na vida da sociedade onde está inserida. Interessam-nos as causas ligadas com o nosso negócio, entre elas, por exemplo, a dos animais abandonados. Abraçamos com orgulho esta causa. Através do programa “Pedigree, adotar é tudo de bom”, facilitamos a adoção de mais de 50 mil cães no Brasil, apoiando uma conscientização sobre a causa dos cães abandonados e da importância da adoção e guarda responsável”, exemplifica Rapacci. (Fonte: PMPG)

Confira outros Posts