Política

Vice-prefeito Dr. Zeca surpreende, deixa o PMB e se filia no PPS sem comunicar direções municipais

Dr ZecaO vice-prefeito José Carlos Raad, o Dr. Zeca, surpreendeu os agentes políticos de Ponta Grossa nesta segunda-feira (18), quando veio à tona a informação da sua filiação no Partido Popular Socialista (PPS). Zeca deixou recentemente o PSD para ir ao novo PMB. Entretanto, apesar de aparecer em reuniões com lideranças da sigla no Paraná, não participou do encontro regional do partido, realizado na cidade, no último dia 11 deste mês. Hoje, seu nome apareceu na lista de filiados ao PPS e pegou de surpresa tanto os ex-colegas de PMB, quanto os atuais do PPS.

De acordo com o presidente municipal do PMB, vereador Júlio Küller, o partido não chegou a ser informado por Zeca sobre a saída. O parlamentar afirma que ficou sabendo por terceiros, que descobriram a filiação ao PPS ao consultar as listas dos partidos entregues à Justiça Eleitoral.

Leopoldo Cunha NetoPPS local não sabia

O presidente do PPS local, Leopoldo Cunha Neto, também falou que não sabia da entrada de Dr. Zeca no partido. A filiação do vice-prefeito teria ocorrido via diretório estadual, diretamente com o presidente, deputado federal Rubens Bueno, sem passar pela direção municipal. Recentemente, a direção estadual decidiu por dissolver o diretório municipal e o impasse deve ir parar no Judiciário. A dissolução ocorreu por retaliação à saída do deputado federal Sandro Alex, que deixou o PPS na janela para mudança de partido e foi para o PSD.

Zeca e JulioKüller vê falta de consideração

A mudança de legenda do vice-prefeito provoca consequências nos dois partidos. No PMB, a expectativa de eleger até três cadeiras à Câmara deve ficar comprometida. Considerando que o outro bom de voto, vereador Júlio Küller, pode ser candidato a prefeito, a chapa proporcional passaria a brigar com a expectativa de eleger um e no máximo dois vereadores. Com Küller na chapa, garantir as duas cadeiras passa a ser mais plausível.

“Nós do PMB não fomos informados da saída do Dr. Zeca, e pelo que eu sei nem o PPS foi. Ele tem o direito de querer seguir o seu projeto político, mas da forma como saiu do partido deixou os demais integrantes revoltados. Não foi correto não nos avisar. Eu sempre contei tudo o que iria fazer, mas esse ato feito na surdina creio que foi falta de consideração”, avaliou Küller.

No PPS, que deve integrar um ‘chapão’ com outros partidos que vão apoiar a reeleição do prefeito Marcelo Rangel (PPS), a expectativa é de fazer o maior número de cadeiras, caso Dr. Zeca seja mesmo candidato a vereador. O PPS conta hoje com o vereador Rogério Mioduski, cotado para ser um dos mais votados nestas eleições. Com Dr. Zeca e Mioduski, mais os outros pré-candidatos pepessistas e aqueles que virão de outros partidos para a coligação, a expectativa é de eleger até cinco vereadores.

1605 - posse zeca 02Bate chapa?

Entretanto, como nem o PMB e nem o próprio PPS local foi informado da filiação, existiria a possibilidade de Dr. Zeca buscar uma candidatura a prefeito. Nesse caso, o vice-prefeito terá que bater chapa com o atual prefeito Marcelo Rangel no momento da escolha do candidato do partido para a Prefeitura, que acontece durante as convenções, que vão de 20 de julho a 05 de agosto.

Procurado para falar sobre o assunto, o prefeito Marcelo Rangel foi outro que disse não saber da filiação do vice-prefeito no PPS. Porém, ele destaca que mantém uma boa relação com Dr. Zeca e que, certamente, vai somar com o partido na eleição à Câmara. “O vice-prefeito Dr. Zeca é um político respeitado, com grande densidade eleitoral. Creio que qualquer partido gostaria de contar com ele em seu quadro de filiados”, disse Rangel.

No voto

Ao comentar sobre um possível bate chapa para a candidatura a prefeito, Rangel disse que é um direito do vice-prefeito colocar o nome à disposição do partido, e que os filiados pepessistas é que vão escolher através do voto se isso acontecer. Rangel lembra que o diretório municipal do PPS foi dissolvido, mas que o seu grupo vai lutar até o fim para permanecer no comando da legenda, já que considera injusta a dissolução feita pela direção estadual.

Silêncio

O vice-prefeito não foi encontrado para dar informações sobre a mudança do PMB para o PPS. Ele não atendeu e nem retornou as ligações. Dr. Zeca também não atendeu aos telefonemas do prefeito Marcelo Rangel e do vereador Júlio Küller. A filiação no PPS, porém, foi confirmada por um de seus assessores, o qual disse que está sob avaliação como será a participação do vice-prefeito nas próximas eleições, se candidato a vereador ou a prefeito.

Confira outros Posts