Política

Coleta seletiva de lixo começa a funcionar no Município

Cenoura Coleta Seletiva
Idealizador do programa de coleta seletiva, Paulo Cenoura destacou o início do programa no seu retorno à Câmara, nesta segunda-feira | Foto: José Aldinan/Câmara

Ponta Grossa iniciou nesta segunda-feira (04) o sistema de coleta seletiva implantado na cidade, inicialmente em cinco bairros, no período noturno. O caminhão de coleta já circula no Centro, Jardim Carvalho, Vila Liane, Jardim América e Vila Estrela, identificando os materiais recicláveis e que podem ser levados para as associações de catadores, responsáveis pela separação final e destinação para a venda dos produtos. Durante o dia, os coletores também passaram em outros Pontos de Entrega Voluntária (PEVs).

Para o ex-secretário de Meio Ambiente, o vereador Valdenor Paulo do Nascimento (PSC), o Cenoura, que idealizou o programa, o início da coleta seletiva representa um avanço significativo para a cidade. “É um motivo de satisfação, pois vai beneficiar muito nossa cidade. Vamos evitar de enterrar lixo que gera emprego e renda nas associações de catadores”, destacou Cenoura, no seu retorno à Câmara Municipal, nesta segunda-feira.

Coleta Seletiva Caminhão
Caminhão da coleta seletiva vai passar em cinco bairros inicialmente, e nos postos fixos de coleta | Foto: Divulgação

Demanda

Com o crescimento gradativo do sistema de coleta, as associações também poderão se adequar mais tranquilamente com a demanda, visto que a quantidade de materiais recicláveis tende a aumentar a partir de agora.

“Por isso também orientamos a população a disponibilizar os recicláveis da maneira mais organizada possível. Quanto mais limpos e intactos, sem resíduos de sujeira ou amassados, mais valor comercial possui o reciclável e maior será o sucesso do programa”, orienta a diretora da Secretaria do Meio Ambiente, Patrícia Hilgemberg.

Números

Segundo dados da Secretaria de Meio Ambiente, foram recicladas, em 2016, 720 toneladas de plásticos, papéis, vidros e metais através das cinco Associações de Catadores de Recicláveis em Ponta Grossa. A estimativa é de que Ponta Grossa atualmente produz cerca de 130 mil toneladas de lixo por ano, dos quais 60% recicláveis, o que aponta para um potencial de reciclagem na ordem de 77 mil toneladas por ano.

“Com o aprimoramento do sistema e o bom funcionamento da coleta seletiva, podemos aumentar ainda mais esse potencial, chegando até a 90% de reciclagem de todo esse material”, acredita Hilgemberg.

PEVs

Além da coleta seletiva de porta em porta, que será expandida para toda a cidade nos próximos meses, o programa vai contar também com 133 Pontos de Entrega Voluntária instalados gradativamente ao longo do ano nas escolas municipais, supermercados e CMEIs. Os PEVs localizados junto às escolas irão contar com a educação ambiental das crianças para que o material reciclável entregue esteja em boas condições e seja armazenado de maneira organizada.

DIAS DE COLETA:

Centro: Diária

Jd. América: Terça e Sábado

Jd. Carvalho e Centrinho (quadrilátero histórico): Quarta e Sexta

Vila Liane: Segunda e Quinta

Confira outros Posts