Política

Psol define novo diretório em PG e tem 2 pré-candidatos à Prefeitura

Guigue Psol
Da direita para esquerda: o novo presidente do Psol, Guilherme Mazer, o ex-presidente Leonardo Godoy, e Felipe Pontes, representante do PSTU | Foto: Divulgação

O Congresso Municipal do Partido Socialismo e Liberdade (Psol) de Ponta Grossa, realizado na tarde de sábado, (12), na Câmara de vereadores, elegeu a nova direção partidária na cidade e indicou duas pré-candidaturas às eleições de outubro próximo para a Prefeitura. O novo presidente do diretório é o engenheiro agrônomo Guilherme Mazer, que foi candidato a verador nas eleições de 2012. Os professores Sérgio Gadini e Josiane Kieras foram indicados como pré-candidatos à Prefeitura nas eleições municipais de 2016 na cidade. Leandro Dias é o novo tesoureiro e Daniel Cano é o novo secretário geral.

O Psol também aprovou a tese de análise política, as resoluções partidárias, definiu estratégias de organização partidária e gestão financeira, além de homologar várias pre-candidaturas ao legislativo municipal às eleições de outubro. “Como o Psol integra a Frente de Movimentos Sociais de PG, agora, vamos ouvir os demais partidos e organizações para, em seguida, definir uma candidatura única da Frente às eleições deste ano”, explica Guilherme Mazer.

PsolCampanha solidária

O novo tesoureiro do Psol, advogado Leandro Dias, destacou a importância de uma campanha solidária, por contribuições da militância, para desenvolver ações na cidade. “Como o Psol não aceita dinheiro de empreiteira, banco ou grandes redes de lojas, precisamos intensificar busca de apoio com os filiados e amigo do Partido”, explica Dias, que foi o candidato a prefeito do partido, em 2012, e agora deve ser candidato a vereador. A intenção da sigla, que terá chapa completa, com 35 candidatos, é eleger dois vereadores para a Câmara de Ponta Grossa.

Prévia

Em relação aos dois pré-candidatos a prefeito, Gadini e Josiane, o novo presidente municipal do Psol informou que haverá uma prévia interna no partido, com debates programados, para a posterior decisão de quem será o candidato. No entanto, ele frisa que o plano de governo já está sendo discutido há sete meses.

Existe uma aliança prioritária pré-definida com o PCB e o PSTU para compor em Ponta Grossa, já aprovada pela direção nacional dos partidos. (Com assessoria)

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail, website ou empresa não serão publicados.

Confira outros Posts