Política

Projeto do Plano Municipal de Saneamento é retirado da Câmara

Mainardes eleitoUm dia antes do prazo final para ser colocado em votação na Câmara, o polêmico projeto que institui o Plano Municipal de Saneamento em Ponta Grossa foi retirado pelo Governo Municipal. A informação foi passada nesta terça-feira (23) pelo presidente da Câmara, Sebastião Mainardes Junior (DEM). A retirada também acontece poucos dias depois de o Executivo adotar o mesmo procedimento com outro projeto que rendeu ampla repercussão, o que renovava o contrato do Município com a Sanepar. Os dois, portanto, já não tramitam mais no Legislativo.

Conforme Mainardes, a justificativa da retirada para o Plano foi a mesma que justificou a retirada da proposta da renovação do contrato. De que a administração municipal irá reavaliar as matérias para reapresentá-las em outro momento. Os propostas foram protocoladas na Câmara no final do ano passado, com trâmite em regime de urgência. Porém, com manifestações contrárias dos parlamentares da oposição, e depois por parte de entidades que atuam no setor, o Governo achou por bem retirá-las.

Sugestão

O próprio presidente da Câmara informou que sugeriu ao prefeito Marcelo Rangel (PPS) a retirada de ambos, já que não havia um consenso entre os parlamentares, o que dificultaria uma aprovação em plenário. Agora, os projetos retornam para análise da Prefeitura.

Em relação ao projeto do Plano Municipal de Saneamento Básico, pesava contra a iniciativa o apontamento de que teria sido copiado de planos aprovados em outros municípios que a Sanepar opera.

Confira outros Posts