Política

DER garante radares, lombadas e canteiro central na Av. Souza Naves

Souza Naves DER
Audiência ocorreu na tarde desta segunda-feira (01), na sede do DER | Foto: Divulgação

A Avenida Souza Naves, palco de inúmeras tragédias ocasionadas por acidentes de trânsito, deverá receber de forma emergencial mais quatro radares de controle de velocidade. Além disso, um estudo deverá indicar os pontos considerados críticos para receberem lombadas físicas com sonorização. E a construção do canteiro central em 7,2 quilômetros da via também está garantida.

As medidas foram anunciadas nesta segunda-feira (01) durante audiência agendada pelo deputado Plauto Miró Guimarães Filho (DEM), que contou com a participação dos deputados estaduais Márcio Pauliki (PDT), Péricles de Hollebenn Mello (PT) e o deputado federal Aliel Machado (Rede), na sede do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), em Curitiba. O prefeito Marcelo Rangel (PPS), o secretário de obras da cidade, Alessandro Lozza de Moraes, o de Planejamento, Ciro Ribas, e os vereadores Sebastião Mainardes (DEM) e Rogério Mioduski (PPS) também participaram do encontro.

Ações paliativas

De acordo com os representantes da cidade, a avenida necessita de mudanças radicais e caras, porém até que se apresente um projeto definitivo há a necessidade de ações paliativas.  “Precisamos encontrar meios para que os investimentos necessários sejam levantados, mas o mínimo precisa ser feito agora”, destacou o deputado Plauto ao abrir a reunião.

Para o deputado Péricles, a inclusão de aditivos no contrato com a Rodonorte, responsável pela manutenção da BR 376, é uma possibilidade que não pode ser descartada para que as obras definitivas possam ser realizadas. “O impacto nos custos da concessionária não seria tão alto e pode resolver o problema”, afirmou.

Márcio Pauliki lembrou a importância econômica do trecho urbano da rodovia por onde passam 70% da produção agrícola do Estado. “O canteiro central é uma excelente alternativa, pois permite que as pessoas façam uma pequena parada ao atravessar a rodovia. É uma iniciativa simples, mas que vai diminuir o número de acidentes e garantir a segurança da população” afirmou Pauliki. O deputado acrescenta que será necessária a construção de uma nova pista e acostamento para suprir a faixa que será perdida com a execução do canteiro central.

Soluções

Diante das declarações, o diretor geral do DER, Nelson Leal Júnior, determinou que todo o trâmite necessário seja feito imediatamente. “Estamos cientes do problema e também queremos resolvê-los o quanto antes”, comentou.

O prefeito Marcelo Rangel disse que vai encaminhar as informações necessárias ao DER para que convênios sejam firmados o mais rápido possível e assim iniciar a implantação dos novos instrumentos de segurança. “Vejo um amadurecimento da política na nossa cidade ao ver que ideologias ficam de lado para que as lideranças possam atender as reivindicações da população”, concluiu Rangel. (Com assessoria)

Confira outros Posts